Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Maio > Instituições militares abrem editais para a compra de alimentos da agricultura familiar

Notícias

Instituições militares abrem editais para a compra de alimentos da agricultura familiar

PAA

Produtores do Rio Grande do Sul serão beneficiados pela oportunidade
publicado  em 10/05/2018 12h01

Brasília – Agricultores familiares do Rio Grande do Sul podem comemorar boas oportunidades de negócios. O Quarto Regimento de Cavalaria Blindado de São Luiz Gonzaga e o Sexto Grupo de Artilharia de Campanha de Rio Grande vão investir mais de R$ 500 mil na aquisição de alimentos como frutas, legumes,  verduras, pães, bolos carnes, ovos e polpas de frutas. Os dois editais, que já estão abertos, fazem parte da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

O agricultor familiar Gervásio Plucinski, da região de Erechim, está se preparando para participar. Ele planta hortaliças, grãos, frutas, e produz leite e derivados. Segundo ele, que é membro da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia do Rio Grande do Sul, o mercado criado pelo PAA mostra como o programa é importante. “É a grande oportunidade para o agricultor familiar comercializar a sua produção. Essas chamadas públicas têm contribuído muito para viabilizar o mercado para a agricultura familiar. A manutenção do agricultor familiar na atividade ajuda a trazer renda para a comunidade. Isso traz desenvolvimento à região”.

O Sexto Grupo de Artilharia de Campanha, Grupo Marquês de Tamandaré, da cidade de Rio Grande, vai investir mais de R$ 19 mil na compra de frutas, legumes, temperos e queijos. Esses alimentos serão consumidos pelos militares da unidade. Já o Quarto Regimento de Cavalaria Blindado, Regimento Dragões do Rio Grande de São Luiz Gonzaga, vai empenhar R$ 486 mil e adquirir açúcar, biscoitos, carnes, fritas, legumes, leites, queijos, sucos e verduras. Os alimentos serão consumidos pelos militares e pelos jovens do Programa Força no Esporte.

Responsável pelas licitações do Quarto Regimento, o Coronel Marcus Vinicius Pimentel afirma que o mais importante é promover a inclusão social e econômica. “Por meio da agricultura familiar temos conseguido obter alimentos de uma qualidade superior com muito menos defensivos agrícolas. E, ao adquirirmos do pequeno produtor, estamos ajudando a impulsionar a economia local . Aquele pequeno produtor, que trabalha e dá emprego, impulsiona todo o sistema econômico.”

O prazo para o envio das propostas do Sexto Grupo de Artilharia de Campanha vai até o dia 22 de maio. Já a data de entrega para o edital do Quarto Regimento de Cavalaria Blindado termina no dia 23. Segundo a Coordenadora Geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDS, Hetel Santos, o governo está trabalhando para assegurar o fortalecimento da agricultura familiar, gerando renda e inclusão social. “Essas chamadas públicas abertas pelo Exército no Rio Grande do Sul fortalecem as compras da agricultura familiar realizadas pelo PAA. É uma oportunidade para agricultores familiares e empreendimentos que estão perto dessas cidades, que podem acessar essas unidades do Exército”, comenta.

A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. O Ministério do Desenvolvimento Social está trabalhando para que mais órgãos públicos comprem dos pequenos agricultores. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país  é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br.

*Por Roberto Rodrigues

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa