Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Junho > Exército lança chamadas públicas para a compra de alimentos no Norte do país

Notícias

Exército lança chamadas públicas para a compra de alimentos no Norte do país

Oportunidade

Juntos, Amazonas e Pará vão investir R$ 3 milhões na aquisição de produtos da agricultura familiar
publicado  em 13/06/2018 19h23

Brasília - O Comando da Décima Segunda Região Militar do Exército em Manaus (AM) e o Parque Regional de Manutenção Oito (PA) vão investir mais de R$ 3 milhões na aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar. As compras serão realizadas por meio das chamadas públicas que integram a modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

 As  oportunidades são para os agricultores dos dois Estados da região norte do país. O agricultor Ricardo Ferreira do Nascimento, que produz frutas, hortaliças e verduras na região de Novo Airão, no interior amazonense, está se preparando para participar e já enviou proposta. Para ele, a compra institucional traz segurança - pois garante renda aos pequenos agricultores - e estimula a produção local.

“Esta é a uma das grandes vantagens desta chamada pública para a comercialização da produção e, nesse caso, temos os Exército, que tem dado um suporte muito bom para os nossos agricultores aqui do Estado do Amazonas. O Exército está sendo atendido com produtos frescos de boa qualidade”, comenta o produtor rural.

O Comando da Décima Segunda Região Militar de Manaus vai investir mais de R$ 3 milhões na compra de alimentos - entre legumes, frutas, hortaliças, doces, farinhas, sucos, queijos e pescados. Todos os itens serão utilizados nas refeições dos militares. O prazo para o envio das propostas vai até 19 de junho. Já o Parque Regional de Manutenção Oito de Belém (PA) vai investir mais de R$ 23 mil na compra de frutas, legumes e ovos. As propostas devem ser remetidas até 20 de junho.

Para o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, o volume de compra pelas Forças Armadas está aumentando e isso é resultado do processo de conscientização promovido pelo governo federal e MDS, em benefício dos pequenos agricultores familiares. “O MDS e  governo federal tem um grande compromisso com a agricultura familiar no Brasil. Estimular a agricultura familiar é alimentar um círculo virtuoso de desenvolvimento social. De um lado, o governo alcança o pequeno agricultor com a possibilidade de produzir mais com apoio e assistência técnica, além de o ajudar a comercializar a sua produção. Isso gera renda. De outro lado, quem recebe os alimentos, recebe alimentos de boa qualidade, mais saudável, com produtos orgânicos. Então é uma cadeia de benefícios.”

O Programa de Aquisição de Alimentos tem por objetivo estimular a agricultura familiar, gerando renda e garantindo preço justo. Podem participar cooperativas e pequenos agricultores portadores da Declaração de Aptidão ao Pronaf. Cada agricultor familiar pode vender até R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas , o limite é de R$ 6 milhões, por ano, por órgão comprador. Todas as chamadas públicas abertas no país podem ser consultadas no portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br.

*Por Roberto Rodrigues

 

Informações sobre os programas do MDS:

0800 707 2003 

Informações para a imprensa:

Ascom/MDS

(61) 2030-1505

www.mds.gov.br/area-de-imprensa