Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Julho > Recadastramento dos operadores do Cadastro Único é prorrogado até 6 de julho

Notícias

Recadastramento dos operadores do Cadastro Único é prorrogado até 6 de julho

GESTÃO

Mais de 1.500 prefeituras ainda não entregaram a documentação. O Sistema de Cadastro Único é a ferramenta utilizada pelo governo federal para identificar as famílias de baixa renda
publicado  em 02/07/2018 18h14

Brasília – Mais de 1.500 prefeituras de todo o país ainda não recadastraram os operadores do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O prazo termina na próxima sexta-feira (6). Esses operadores - usuários másters do sistema – devem entregar a documentação nas unidades da Caixa Econômica Federal (CAIXA), pois podem ter o acesso à ferramenta suspenso. A interrupção traz consequências como a impossibilidade de alterar informações relativas às famílias de baixa renda dos municípios, afetando a inclusão de pessoas no Bolsa Família.

Até o dia 29 de junho, mais de 70% das cidades já haviam sido recadastradas. De acordo com o diretor substituto do Cadastro Único do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Liomar Leite, o objetivo do recadastramento é aumentar a segurança de acesso ao sistema e proteger operadores e os dados das famílias cadastradas contra fraudes e acessos indevidos. “A nossa intenção é garantir que o município tenha segurança de que só os usuários autorizados acessarão o sistema, e não um terceiro, um fraudador”, explica.

Etapas - A nova versão exige o recadastramento de todos os operadores (usuários másters e finais) e o uso de um celular ou tablet para acessar o sistema com a autenticação em duas etapas. Em caso de fraude, mesmo que outra pessoa descubra a senha do usuário, ela não conseguirá fazer nada se não tiver acesso à segunda informação necessária para entrar no Sistema de Cadastro Único, que será gerada no smartphone do operador.

“Quando eu tenho uma vinculação a um dispositivo adicional, o fraudador não terá acesso a esse dispositivo físico que está em posse do usuário. Dá uma garantia maior às famílias que ninguém entrará no sistema e efetuará alterações indevidas em seu cadastro”, destaca o diretor substituto.

A nova versão do Sistema de Cadastro Único será disponibilizada para as prefeituras no dia 7 de julho. Nessa data, os usuários másters cadastrados pela CAIXA já poderão inserir também na ferramenta os demais usuários habilitados pelas prefeituras.

Dúvidas - Os gestores que tiverem dúvidas ou dificuldades relativas ao processo de recadastramento devem procurar a Central de Relacionamento da CAIXA, nos telefones 0800 726 0104 ou 3004 1104 (Capitais e Regiões Metropolitanas).    

Saiba mais
O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal reúne informações sociais e econômicas de cerca de 27,9 milhões de famílias. Nele, estão registradas famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total familiar de até três salários mínimos. São informadas ainda as características da residência, a identificação de cada pessoa, a escolaridade, a situação de trabalho, entre outros dados.

Por meio de um sistema informatizado, o governo federal consolida as informações coletadas no Cadastro Único para formular e implementar políticas específicas, que contribuem para a redução das vulnerabilidades sociais. Todos os dados do sistema podem ser utilizados pelos governos municipais, estaduais e federal.

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa