Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Julho > Asilo Padre Cacique recebe a doação de duas toneladas de leite em pó

Notícias

Asilo Padre Cacique recebe a doação de duas toneladas de leite em pó

PAA

Produto vai beneficiar cerca de 150 idosos por um ano
publicado  em 03/07/2018 12h50
Exibir carrossel de imagens Fotos: Mauro Vieira/MDS

Porto Alegre - Sentado em um canto da sala, o jornalista Hermínio d'Andrea observava tudo com curiosidade e o olhar apurado pelos 77 anos de experiência na profissão.  Aos 93 anos de idade, ele é um dos 150 moradores do asilo Padre Cacique que receberam do Ministério do Desenvolvimento Social  (MDS) duas toneladas de leite em pó, nesta terça-feira (3), em Porto Alegre (RS).

Hermíninio disse que a doação vai fazer muita diferença. “É uma ação importante. É digno de todo o carinho esse acontecimento para nós. Sinceramente, precisamos”. A dona Loreci Teresinha, de 83 anos, vestiu o melhor casaco e um lenço bonito para esperar o ministro Alberto Beltrame. Ela contou que a ajuda emergencial trazida pelo governo federal veio em boa hora. “Olha, nem tem explicação para dizer. Só sei dizer que nós usamos mais de 80 litros de leite por dia e a doação foi muito importante, porque não vai faltar leite, principalmente para as pessoas que estão na enfermaria e usam mais leite.” 

O Asilo Padre Cacique tem 120 anos de história e enfrenta uma grave crise. A entidade filantrópica, mantida com doações, é referência no atendimento a idosos.  O diretor financeiro da instituição, Paulo Moreira, afirma que a doação de leite vai trazer alívio aos custos do asilo. “Isto aqui é uma benção para nós, uma vez que o leite é um dos produtos mais utilizados aqui dentro. Porque eles  tem cinco refeições por dia e gastamos, às vezes, quase cem litros de leite por dia. Esta doação nos auxilia na medida em que diminuímos os custos operacionais da casa com alimentação, podemos ter essa economia para manter outras despesas”, comentou.

O MDS está buscando uma maneira de viabilizar a transferência de recursos, o que seria uma solução permanente para o custeio do asilo. Mas, de maneira emergencial, fez a doação das duas toneladas de leite em pó. A quantidade é suficiente para a alimentação dos idosos por um ano. O ministro Alberto Beltrame destacou que a ação completa um ciclo virtuoso. Todo o leite doado foi comprado de agricultores familiares pelo ministério por meio do Programa de Aquisição de Alimentos ( PAA), garantindo renda e a manutenção das famílias no campo.

“Nós estamos, agora, na véspera de um período eleitoral, em que ficam restritas as transferências de recursos entre entes, União, estados e municípios. Mas, vamos, durante esse período, estruturar alguma forma de repassar os recursos para que essa instituição centenária se mantenha. Na medida em que nós compramos o produto, nós beneficiamos o agricultor, a família dele e a economia local”, disse o ministro. E completou: “Então, desde o primeiro agricultor até os idosos daqui do Padre Cacique, todos se beneficiam desse processo. E é isso que o ministério entende como desenvolvimento social sustentável”.

Ao todo, o ministério do Desenvolvimento Social já investiu R$ 15 milhões para a compra de mil toneladas de leite em pó. A ação beneficiou os agricultores familiares que sofriam com preços baixos causados pela importação excessiva de leite do Uruguai.

*Por Rodrigo Saccone

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa