Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Janeiro > MDS formaliza repasse do PAA em Santa Rosa (RS)

Notícias

MDS formaliza repasse do PAA em Santa Rosa (RS)

AGRICULTURA FAMILIAR

Ministro Osmar Terra assinou termo do Programa de Aquisição de Alimentos. Compra de alimentos beneficiará 74 agricultores familiares e 16 entidades socioassistenciais
publicado  em 26/01/2018 19h44
Foto: Mauro Vieira/MDS

Santa Rosa (RS) – A agricultora Caroline Soares produz hortaliças em Santa Rosa (RS) e vende sua produção para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Ela afirma que a compra do governo federal significa mais um incentivo para os agricultores familiares da região. “A compra é um alívio porque é um aumento de salário no mês. Além disso, vamos ajudar as entidades com os alimentos produzidos por nós”, disse.

 Nesta sexta-feira (26), o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, formalizou o repasse do PAA no município. Serão investidos R$ 380 mil na compra de alimentos produzidos por 74 agricultores familiares. Os produtos serão doados para 16 entidades socioassistenciais. A aquisição será feita por meio da modalidade Compra com Doação Simultânea.

O programa, ressaltou Terra, reforça toda a cadeia produtiva. “O repasse é para fortalecer a pequena propriedade rural. O PAA reduz a pobreza rural e mantém o agricultor no campo. É um esforço que a gente faz pra que o produtor tenha uma renda melhor e qualidade de vida”.

Para o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio Rocha, o PAA incentiva os municípios “a planejarem o desenvolvimento da atividade agropecuária”. No último ano, o investimento do governo federal na agricultura familiar da região chegou a R$ 4 milhões.

Segundo o prefeito de Santa Rosa, Alcides Vicini, a adesão representa um incentivo também para a rede municipal de assistência social. “Por um lado, o PAA estimula o pequeno produtor rural. Por outro, socorre as entidades assistenciais com dificuldades de fazer frente às despesas para manter as pessoas que certamente carecem desse atendimento”.

Uma das entidades beneficiadas é o Centro Assistencial Sagrada Família, que atende 120 crianças e adolescentes. O presidente, Guiomar João Baques, explicou que a doação também ajuda na manutenção dos serviços com qualidade e responsabilidade. “Além de beneficiar o produtor, também é bom para o consumidor porque a ação se traduz em alimentação com qualidade”.

Saiba mais

A modalidade Compra com Doação Simultânea do PAA promove a articulação entre a produção da agricultura familiar e as demandas locais de suplementação alimentar. Também contribui para o desenvolvimento da economia local. Os produtos adquiridos dos agricultores familiares são doados às pessoas em insegurança alimentar, por meio das redes socioassistencial e pública e filantrópica de ensino.

Na modalidade, cada agricultor familiar pode vender R$ 6,5 mil por ano. O modelo é executado por Estados e municípios com recursos federais, por meio de um termo de adesão. Isto permite que a gestão local execute o programa de forma mais simples e ágil, além de garantir mais transparência.

 *Por Diego Queijo

 Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa