Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Fevereiro > Bolsa Família tem fila de espera zerada pela 8º vez em fevereiro

Notícias

Bolsa Família tem fila de espera zerada pela 8º vez em fevereiro

TRANSFERÊNCIA DE RENDA

Pagamento dos benefícios começa nesta quinta-feira (15). Um total de R$ 2,4 bilhões será repassado para 14 milhões de famílias em todo o país
publicado  em 15/02/2018 13h25
Foto: Patrick Grosner/MDS

Brasília - Pela 8º vez, a fila de espera do Bolsa Família foi zerada. Em fevereiro, 253 mil novas famílias foram incluídas no programa. A partir desta quinta-feira (15) até o dia 28, cerca de 14 milhões de famílias em todo o país poderão sacar o benefício. Ao todo, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) vai transferir R$ 2,4 bilhões, com valor médio de R$ 177,39 por benefício.

Na casa da beneficiária Reilane Duarte, moradora de Anamã (AM), o dinheiro do Bolsa Família veio em boa hora. Toda a renda da família vem da pesca, mas não é o suficiente para a alimentação das filhas gêmeas de 1 ano de idade. Com os R$ 333,00 que recebeu pela primeira vez no mês passado, a situação melhorou. “Às vezes a gente não tinha quase nada para comer de manhã, faltava alimento. Agora, eu posso comprar comida para minhas filhas e, com o que sobra, pagamos as contas. O benefício trouxe um alívio grande para nossa família”, conta ela.

Fila zerada - Para que as famílias que realmente precisam possam ter acesso ao benefício e não fiquem mais na fila de espera, o MDS vem aperfeiçoando a gestão do Bolsa Família. A partir do cruzamento de informações entre várias bases de dados oficiais do governo federal, o ministério passou a fazer um pente-fino mensal nos cadastros, identificando as famílias que têm renda maior do que a declarada.

Dessa forma, desde o segundo semestre de 2017, o órgão vem zerando a fila das famílias que aguardam para receber o benefício. Isso significa que todas as pessoas inscritas no Cadastro Único com perfil para participar do Bolsa Família, com dados atualizados há menos de 24 meses e sem divergências entre as informações cadastrais e outras bases de dados, estão sendo selecionadas e ingressando no programa. A habilitação, a seleção das famílias e a concessão de benefícios ocorrem de modo automatizado e impessoal.

Progredir - Outra iniciativa do MDS foi o lançamento do Plano Progredir, um conjunto de ações que contempla qualificação profissional, incentivo ao empreendedorismo e acesso ao mercado de trabalho para os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais, com foco nos beneficiários do Bolsa Família.

A estratégia do governo federal busca reduzir a dependência dos beneficiários de programas de transferência de renda. “Com essas ações, queremos melhorar a renda das famílias, promover o progresso, o desenvolvimento econômico e social dos beneficiários que hoje estão no Bolsa Família”, afirma o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.

Confira aqui os dados de pagamento por município 

Pagamento do Bolsa Família - Fevereiro 2018
Região UF  Famílias   Totais
(R$) 
 Benefício médio 
DF             81.840            13.214.312,00         161,47
GO           313.443            46.769.154,00         149,21
MS           128.019            21.465.011,00         167,67
MT           163.850            25.930.630,00         158,26
CENTRO OESTE           687.152          107.379.107,00         156,27
AL           409.869            75.232.637,00         183,55
BA        1.861.725          330.715.379,00         177,64
CE        1.058.682          187.409.169,00         177,02
MA           995.706          204.502.494,00         205,38
PB           519.232          100.145.605,00         192,87
PE        1.165.320          202.893.982,00         174,11
PI           451.203            90.989.120,00         201,66
RN           349.815            61.212.185,00         174,98
SE           283.084            46.369.090,00         163,80
NORDESTE        7.094.636      1.299.469.661,00         183,16
AC             87.697            22.291.534,00         254,19
AM           394.038            87.320.397,00         221,60
AP             72.433            15.091.954,00         208,36
PA           946.109          183.408.165,00         193,86
RO             84.129            12.355.862,00         146,87
RR             44.877              9.113.720,00         203,08
TO           127.084            22.583.606,00         177,71
NORTE        1.756.367          352.165.238,00         200,51
ES           174.701            28.475.160,00         162,99
MG        1.077.800          180.194.444,00         167,19
RJ           835.043          142.706.363,00         170,90
SP        1.583.160          250.724.221,00         158,37
SUDESTE       3.670.704          602.100.188,00         164,03
PR           377.227            56.985.508,00         151,06
RS           372.576            59.806.050,00         160,52
SC           122.166            19.889.755,00         162,81
SUL            871.969          136.681.313,00         156,75
Total Geral     14.080.828      2.497.795.507,00         177,39

Pagamento - O pagamento do benefício segue um calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de 3 meses. Para saber a data de pagamento, basta acessar a página oficial do Bolsa Família.

 Saiba mais: O Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

*Por Carolina Graziadei

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa