Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Dezembro > Vencedores da Olimpíada de Matemática são exemplo para inclusão produtiva

Notícias

Vencedores da Olimpíada de Matemática são exemplo para inclusão produtiva

SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Objetivo do governo federal é promover ações e parcerias público-privadas para reduzir gargalos e investir em jovens talentos do Bolsa Família
publicado  em 12/12/2018 16h35

Brasília - Incluir produtivamente os jovens de baixa renda e oferecer mais oportunidades de trabalho aos que são beneficiários do Bolsa Família, especialmente na área de Tecnologia da Informação, foi tema de debate durante o Seminário Internacional Superando a Pobreza de Forma Sustentável: A Segunda Geração das Políticas Sociais, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), nesta quarta-feira (12), em Brasília. Levantamento realizado pelo MDS aponta que, nos últimos anos, cerca de mil estudantes medalhistas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas (Obmep) faziam parte do Bolsa Família.

Para o secretário de Inclusão Social e Produtiva do MDS, Vinícius Botelho, é dever do Estado gerar oportunidades para que esses jovens se desenvolvam ainda mais e melhorem de vida. “A superação da pobreza também passa pelo direcionamento de oportunidades para os beneficiários de programas sociais, com inclusão social e produtiva. O caso dos medalhistas mostra que mesmo aqueles com alto grau de desenvolvimento podem ter dificuldades de cursar uma faculdade e ingressar no mercado de trabalho”, avaliou.

O Ministério tem desenvolvido parcerias tanto com o poder público, quanto com a iniciativa privada. O diretor geral do Instituto de Matemática Aplicada (Impa), responsável pela Olimpíada, Marcelo Viana, defendeu que a avaliação nacional que envolve cerca de 18 milhões de alunos em todo o país é um vetor de inclusão social. “É um instrumento muito poderoso porque tem uma enorme capilaridade e leva oportunidade para que todos se desenvolvam”, disse. Viana explicou que a Obmep também trabalha com a formação de alunos e professores por meio de cursos on-line e na elaboração de materiais didáticos. 

Já a diretora de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Adriana Tonini, ressalta que é necessário reforçar a iniciação científica para trazer bons resultados em médio prazo. “Só poderemos superar a pobreza, vencer desigualdades e distribuir riquezas quando investirmos cada vez mais em desenvolvimento científico, tecnológico e inovação.”

Parceria com a iniciativa privada - De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Sérgio Paulo Gallindo, o trabalho realizado pelo MDS é fundamental para o setor contratar mão de obra qualificada. “É uma mensagem para esses jovens de que existem carreiras a serem desenvolvidas nas ciências exatas. Hoje, a demanda por um profissional qualificado é altíssima e os jovens que já têm aptidões naturais são a matéria-prima e o capital humano mais importante para o setor”, reforçou.

A Brasscom representa um grupo de 68 empresas do setor que, segundo Gallindo, tem crescido cerca de 10% ao ano. O presidente da associação destaca também o papel da parceria com o governo federal por meio do Plano Progredir, a fim de garimpar talentos entre os beneficiários do Programa Bolsa Família nas regiões mais pobres do país. “Na medida em que você tira um jovem da situação de vulnerabilidade social e apresenta um caminho viável de crescimento, toda a comunidade também se beneficia, não só pela renda, mas pelo exemplo que esse jovem representa”, assinalou Sérgio Paulo. 

Programação – Desde terça-feira (11), painéis estão aprofundando a discussão sobre as políticas de desenvolvimento da primeira infância, empreendedorismo e qualificação profissional em parcerias público-privadas. Nesta quarta-feira (12), além dos debates, estão sendo realizados uma feira de oportunidades com parceiros e um encontro com beneficiários de destaque do Plano Progredir. 

Veja também:
Encontro de Talentos do Progredir aproxima jovens de novas oportunidades
Plano Progredir pode mudar realidade de famílias de baixa rendaCriança Feliz e investimentos na primeira infância ganham destaque em seminárioSeminário debate políticas que promovam a superação da pobreza de forma sustentável

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa