Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Abril > Marinha lança chamada pública para compra de alimentos da agricultura familiar

Notícias

Marinha lança chamada pública para compra de alimentos da agricultura familiar

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Serão investidos R$ 770 mil na aquisição de produtos por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
publicado  em 18/04/2018 17h48

Brasília - O Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (Ciampa) da Marinha, no Rio de Janeiro (RJ), está com chamada pública aberta para aquisição de alimentos da agricultura familiar por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). No total, serão investidos R$ 770 mil na compra de 21 produtos como hortaliças, frutas, carne e leite. Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o programa permite que órgãos da administração pública federal, estadual e municipal comprem, com recursos próprios, produtos da agricultura familiar.

Esta é a primeira vez que o Ciampa participa da chamada pública. O Centro de Instrução serve mais de 1.400 refeições diariamente para alunos, servidores e militares, bem como para estudantes do Programa Forças no Esporte (Profesp). Cerca de 23 mil crianças e adolescentes, no turno contrário ao da escola, são orientadas para a prática de esportes e recebem reforço escolar e duas refeições diárias em 175 organizações militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, por meio do Profesp.

Para o Capitão de Fragata da unidade William da Silva Sampaio, além de fornecer uma alimentação saudável, o modelo de compra institucional incentiva agricultores familiares da região a participarem e fornecerem produtos de qualidade para consumo.  “Atualmente temos 430 alunos do curso de formação de soldado de fuzileiro naval e esse processo é ótimo para desenvolver as áreas que têm potencial de fornecer gêneros alimentícios para a unidade. É benefício para ambos os lados”, afirmou.

A facilidade da entrega dos alimentos pelos agricultores que moram perto da unidade também é um fator de destaque para o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha. “Como o Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves está localizado em uma região onde existem muitos agricultores familiares, poderá comprar dos que estão próximos. Isso é de extrema importância, pois fortalece o trabalho dos agricultores como também oferece uma alimentação de qualidade para todos, um dos objetivos do PAA”, afirmou o secretário.

 Os agricultores interessados podem enviar as propostas até o dia 8 de maio para o Ciampa.

Saiba mais:
Na modalidade Compra Institucional do PAA, cada agricultor familiar poderá vender até o limite de 20 mil reais, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o limite é de 6 milhões de reais por ano, por órgão comprador.

A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para conferir todas as chamadas públicas abertas no país, basta acessar o portal Compras da Agricultura Familiar.

* Por Carolina Graziadei

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa