Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Setembro > Osmar Terra lança Criança Feliz no Espírito Santo

Notícias

Osmar Terra lança Criança Feliz no Espírito Santo

PRIMEIRA INFÂNCIA

Além de participar de solenidade, o ministro acompanhou uma das visitas domiciliares do programa no município de Marataízes
publicado  em 29/09/2017 18h26
Exibir carrossel de imagens Foto: Mauro Vieira/MDS

Marataízes (ES) – O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, lançou nesta sexta-feira (29) o Programa Criança Feliz no Estado do Espírito Santo. O evento, promovido no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município de Marataízes, marcou o início das visitas domiciliares do programa federal de atenção à primeira infância. Ao lado do governador em exercício, César Colnago, Terra ainda acompanhou o trabalho de uma das equipes de visitadores.

Ao falar sobre a importância dos cuidados nos primeiros mil dias de vida, o ministro explicou que o Criança Feliz surgiu com base no Marco Legal da Primeira Infância para contribuir com o desenvolvimento integral infantil e romper o ciclo da pobreza no Brasil. “O início da vida é o período mais crítico do desenvolvimento humano. Não existiam políticas públicas para isso, mas conseguimos criar o marco legal e o Criança Feliz”.

Terra ainda destacou o potencial do Estado para servir de exemplo para o país. “O Espírito Santo tem um programa avançado em qualidade. Já são 18 municípios, e isso vai aumentando muito rápido. Acredito que vai ser um programa modelo para o país”, afirmou.

Os municípios capixabas que aderiram ao programa já receberam R$ 1,4 milhão em repasses do governo federal. “Se estivéssemos atendendo uma criança, já estaríamos fazendo alguma coisa. Queremos atender a todas. Isso é um processo, mas estamos realmente resolvendo um problema gravíssimo. Estamos começando pela base”, ressaltou César Colnago.

Leia também: 
Equipe do Criança Feliz em Santa Teresa (ES) recebe orientações sobre atendimento às famílias

Visita – Após a solenidade, o ministro Osmar Terra acompanhou a visita domiciliar a uma das famílias atendidas pelo programa do governo federal. Moradora do bairro Candinha, em Marataízes, Geuciane Araújo está no sétimo mês de gestação. Mãe de seis filhos, ela é beneficiária do Bolsa Família. Acredita que o Criança Feliz provoca mudanças no comportamento dos pais, o que vai trazer ganhos para toda a família.

“Eu espero uma melhora para os meus filhos. Também espero aprender com eles. Quero que cresçam e tenham futuro com faculdade e trabalho”, disse.

Michael de Oliveira, um dos visitadores do município, conta que a resposta das famílias é favorável ao programa. Segundo ele, a evolução no desenvolvimento das crianças é visível. “A recepção foi muito boa. As famílias estão bem animadas com o programa”.

Criança Feliz – Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o Criança Feliz vai promover o desenvolvimento integral infantil. Visitadores capacitados realizam acompanhamento semanal de crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família, com idades entre 0 e 3 anos, e daquelas de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Nos encontros, as famílias recebem informações sobre como estimular o desenvolvimento dos filhos, com foco em temas como saúde, educação, cultura e garantia de direitos. Até o momento, 2.614 municípios aderiram à iniciativa. A visitação domiciliar já ocorre em 636 municípios. A expectativa do governo federal é atender cerca de 4 milhões de crianças até 2018.

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa