Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Setembro > MDS recebe exposição com obras de arte do Instituto Olga Kos

Notícias

MDS recebe exposição com obras de arte do Instituto Olga Kos

MOSTRA

Aberta também ao público externo, mostra “10 anos de Inclusão” apresenta o trabalho de crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual
publicado  em 05/09/2017 14h41
Foto: Clarice Castro/MDS

Brasília – Com uma tela em branco e pincel nas mãos, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual transmitem o que aprenderam com artistas plásticos renomados. O resultado desse trabalho, que envolve cores, formas e desenhos, pode ser conferido ao longo do mês de setembro no hall do Bloco A, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, na exposição “10 anos de Inclusão”

A mostra marca uma década de existência do instituto paulista Olga Kos de Inclusão Cultural, que desenvolve projetos para pessoas com deficiência intelectual ou em situação de risco social. Neste período, mais de 14 mil pessoas foram beneficiadas. As obras fazem parte do projeto “Pintou a Síndrome do Respeito”, conduzido por artistas consagrados. Uma delas será doada para o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) ao final da exposição. Antes, o trabalho ficou exposto por um mês na Câmara dos Deputados.

Com a exposição, o instituto busca dar maior visibilidade à produção artística das pessoas com deficiência intelectual. “Nossa intenção é fazer com que o maior número de pessoas possível conheça este trabalho, não só em São Paulo, mas em outros Estados. A exposição, em espaços como o MDS, é uma forma de divulgar ainda mais as ações”, afirma a coordenadora-geral do instituto, Malu de Oliveira.

Por meio de atividades esportivas, como taekwondo e karatê, a entidade também auxilia no processo de inclusão social dessas pessoas, além de apoiá-las a ingressarem no mercado de trabalho. “Tentamos mostrar que elas são tão capazes quanto outras pessoas para que sigam avançando do ponto de vista artístico, esportivo e social”, completa Malu.

Ao visitar a exposição, a estudante de psicologia Isadora Matte de Carvalho, de 26 anos, se disse impressionada com as obras. “Os quadros chamam atenção porque expressam sentimentos. Isso mostra o quanto essas pessoas podem ir além por meio da arte”, disse.

A mostra “10 anos de Inclusão” segue até o dia 29 de setembro no hall da entrada privativa do Bloco A. A visitação está aberta das 9h às 17h para o público externo. Já o público interno pode visitar o espaço até as 18h. Neste caso, o acesso ao prédio ocorre pela entrada principal, mediante a apresentação de um documento de identificação. Para saber mais sobre o Instituto Olga Kos, acesse http://www.institutoolgakos.org.br/2.0/

Serviço:
Exposição “10 anos de Inclusão”
Quando: até 29 de setembro, das 9h às 17h para o público externo e até as 18h para o público interno
Onde: hall da entrada privativa do Bloco A da Esplanada dos Ministérios, em Brasília

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa