Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Setembro > Governo federal lança programa para estimular turismo e investimentos no RJ

Notícias

Governo federal lança programa para estimular turismo e investimentos no RJ

POLÍTICAS PÚBLICAS

O ministro Osmar Terra, que coordena as ações sociais do plano de segurança da capital fluminense, participou da apresentação do calendário Rio de Janeiro a Janeiro
publicado  em 24/09/2017 20h13
Exibir carrossel de imagens Fotos: Rafael Zart/MDS

Rio de Janeiro - Para estimular a cultura, atrair turistas e investimentos, além de melhorar a renda e as condições de vida da população da cidade do Rio de Janeiro, o governo federal lançou, neste domingo (24), o programa Rio de Janeiro a Janeiro, calendário de eventos culturais, esportivos e de negócios para movimentar a economia. As ações serão desenvolvidas em parceria com os governos estadual e municipal e com o apoio de empresários. O programa integra o Plano de Segurança do Rio de Janeiro.

Ao participar do lançamento do programa na Arena Games XP do Rock in Rio, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, que coordena as ações de cunho social do plano de segurança, destacou que o evento foi “importante para mostrar que a vida continua”. “O governo federal está colaborando para que o Rio tenha uma agenda intensa de atrações turísticas, enquanto as ações de segurança se intensificam para garantir tranquilidade para a população”, afirmou.

O Plano de Segurança do Rio de Janeiro reúne diversas ações nas áreas de educação, saúde, cultura, assistência social e qualificação profissional para atrair, principalmente, os jovens. "É muito importante buscar esses jovens por meio de várias ações e mostrar que existe um outro mundo possível para eles. Um mundo que não é o do crime organizado", ressaltou Terra.

Na primeira edição do calendário estão previstos 100 eventos com investimento federal de R$ 150 milhões. O apoio federal também virá na forma de patrocínio de empresas estatais. Os eventos já selecionados concentram investimentos de R$ 1 bilhão. O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, ressaltou o trabalho intersetorial dos ministérios para levar segurança ao Rio de Janeiro.

“O plano mobilizou toda a máquina do governo federal para ter, a partir de agora, um movimento que visa cumprir alguns objetivos. O primeiro é restabelecer um ambiente de confiança da comunidade carioca”.

Empresário idealizador do Rock in Rio, Roberto Medina disse que a ação é importante para que o Rio de Janeiro volte a ter dias de tranquilidade. “A gente está atrasado 30 anos. O Estado não pode ficar do jeito que está e não vai ficar. Temos que ter casa cheia o ano inteiro. Temos que parar de dizer que o turismo é de elite e fazer do Rio o lugar mais bonito do mundo”.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que o momento é oportuno para que todos os governos se unam para dar segurança ao Rio de Janeiro. “É com o turismo que vamos nos engrandecer. A segurança desses eventos no Brasil caberá a todos nós. Com isso, teremos a esperança de dias melhores e de paz”.

O lançamento do  Rio de Janeiro a Janeiro reuniu 200 empresários dos setores de turismo e economia criativa. Também estiveram presentes os ministros Sérgio Sá Leitão (Cultura), Marx Beltrão (Turismo), e Sérgio Etchegoyen (gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), além do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

Estratégia - Com foco na capital e região metropolitana, o Plano de Segurança do Rio de Janeiro faz parte de uma estratégia nacional de redução da criminalidade. O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) coordenará as ações sociais do plano. As atividades começarão pelos complexos do Alemão, Penha, Lins, Chapadão e Maré, além da Cidade de Deus e Vila Kennedy.

Um dos objetivos é oferecer aos jovens capacitação em informática, por meio de parcerias com empresas de tecnologia da informação, além de cursos de qualificação profissional, inclusão digital e incentivo ao empreendedorismo.

O plano prevê ainda atividades esportivas em 27 unidades das Forças Armadas na capital fluminense para afastar os jovens do crime organizado. A estratégia é uma ampliação do Programa Forças no Esporte – parceria entre os ministérios da Defesa, do Desenvolvimento Social e Esporte que beneficia 22 mil crianças no país. As ações serão desenvolvidas também nas vilas olímpicas, no Parque Olímpico e em centros de treinamento de times de futebol.

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa