Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Setembro > Governo federal lança ações para promover autonomia das famílias de baixa renda

Notícias

Governo federal lança ações para promover autonomia das famílias de baixa renda

PROGREDIR

Estratégia prevê oferta de até R$ 3 bilhões anuais em microcrédito para fortalecer pequenos negócios, além de qualificação profissional e acesso a oportunidades de emprego
publicado  em 26/09/2017 10h44
Foto: Mauro Vieira/MDS

Brasília – Incentivar a população de baixa renda a abrir o próprio negócio, ofertar qualificação profissional e facilitar o acesso ao mercado de trabalho. As ações integram o Progredir – um pacote de medidas do governo federal para promover a autonomia dos beneficiários do Bolsa Família e demais trabalhadores inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a iniciativa prevê a oferta de até R$ 3 bilhões anuais em microcrédito para fortalecer pequenos negócios. A estratégia inclui ainda assistência técnica, cursos profissionalizantes, ações de inclusão digital e educação financeira.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, o Progredir tem potencial para emancipar até 1 milhão de famílias nos próximos 24 meses. “Queremos construir as bases para que as pessoas não dependam exclusivamente dos programas de transferência de renda. Por isso, iremos ofertar qualificação profissional e estimular o empreendedorismo. Esta era uma lacuna do Bolsa Família e o Progredir chega para preenchê-la. Os cursos serão adaptados à realidade de cada região”, destacou.

O MDS também criou uma premiação específica para valorizar iniciativas municipais de geração de emprego e renda. O Prêmio Progredir irá escolher as melhores propostas de inclusão produtiva de cada região do país. Os municípios poderão inscrever até três projetos no concurso.

Progredir em números
R$ 3 bilhões por ano em incentivos a microcrédito;
Assistência técnica e inclusão financeira para 1,7 milhão de autônomos;
1 milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária;
Oficinas de preparo profissional para 400 mil pessoas;
Oficinas de educação financeira para 100 mil famílias.

Bolsa Família (mês de referência setembro/17)
13,5 milhões de famílias;
R$ 2,4 bilhões de recursos pagos;
Benefício médio no valor de R$ 179,64;
Foram incluídas 218 mil novas famílias;
Fila zerada pela 4ª vez no ano.

Resumo das ações
Empreendedorismo: Serão ofertados até R$ 3 bilhões por ano em microcrédito para que as famílias fortaleçam o próprio negócio. Além disso, 1,7 milhão de trabalhadores autônomos poderão contar com assistência técnica e ações de inclusão financeira;
Intermediação de mão de obra: Na página www.mds.gov.br/progredir, as pessoas inscritas no Cadastro Único poderão elaborar o próprio currículo;
Qualificação: A ação também prevê o acesso a 1 milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária.

Quem faz o Progredir
Ministérios: Ministério do Desenvolvimento Social; Ministério do Trabalho; Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços; Ministério da Educação.
Parceiros: Banco Central do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e federações e associações empresariais.

Instrumentos jurídicos
Decreto: Institui o Plano Progredir
Medida Provisória: Dispõe sobre o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO).
Portaria (prêmio): Institui o Prêmio Progredir para valorizar iniciativas municipais de geração de renda e de inclusão das pessoas inscritas no Cadastro Único no mercado de trabalho.
Portaria (bancos): Institui a ferramenta Consulta Bancos por meio da regulamentação da disponibilização de dados do Cadastro Único às instituições financeiras, com vistas a dar efetividade à Resolução BACEN nº 4.574 do Conselho Monetário Nacional – que prioriza o direcionamento dos recursos do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO) para o público do Cadastro Único.
Acordos de Cooperação Técnica: Celebra a união do MDS com Banco Central, Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banco do Nordeste para estabelecer cooperação técnico-científica voltada ao desenvolvimento de estudos, pesquisas, formulação e ações na área de microcrédito, inclusão, educação e cidadania financeira.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa