Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Outubro > Osmar Terra apresenta o Criança Feliz para alunos da FGV

Notícias

Osmar Terra apresenta o Criança Feliz para alunos da FGV

PRIMEIRA INFÂNCIA

Em visita ao ministério, os estudantes conheceram as evidências científicas que comprovam a importância da atenção e do estímulo nos primeiros anos de vida
publicado  em 23/10/2017 19h27
Foto: Rafael Zart/MDS

Brasília – O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, recebeu nesta segunda-feira (23), em Brasília (DF), uma comitiva de alunos do curso de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os estudantes vieram de São Paulo (SP) para conhecer as ações e estratégias do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), principalmente as relacionadas ao programa Criança Feliz.

 Em sua apresentação, o ministro explicou as evidências científicas que comprovam a importância da atenção e do estímulo nos primeiros anos de vida, e servem de base para as ações do Criança Feliz. No programa federal, os visitadores orientam as famílias beneficiadas sobre a melhor maneira para motivar os filhos e desenvolvê-los de maneira integral.

 “Existem estudos que nos direcionam sobre como podemos investir no lugar certo e quebrar o ciclo da pobreza. A partir de estímulos é possível fazer com que as crianças cheguem à escola com melhores condições de aprendizado, estudem mais e tenham mais oportunidades. O Criança Feliz é o instrumento para reduzir a desigualdade e que atua nesse ponto”, reforçou Terra.   

 Ele destacou ainda o Plano Progredir, que irá facilitar o acesso das pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal às oportunidades de qualificação, emprego e renda, principalmente as beneficiárias do Bolsa Família. As ações do Progredir visam dar mais autonomia para as famílias de baixa renda.

 A visita dos alunos ao MDS segue até a próxima quinta-feira (26). Durante a semana, os estudantes irão receber informações sobre as ações, os processos de construção e a implementação da política pública. A supervisora da comitiva, Mariana Scaf Haddad Bartos, explicou que a vinda do grupo tem o objetivo de estudar a esfera federal, aprofundando o conhecimento sobre o Criança Feliz. “O ministro passou uma série de evidências científicas que são a base e justificam a adoção do programa. Isso foi essencial para os alunos entenderem a importância da primeira infância em termos médicos e científicos”, afirmou.

 O Criança Feliz completou um ano e está acompanhando mais de 73 mil pessoas em 940 cidades. O programa atende a gestantes e crianças - até três anos de idade -, beneficiárias do Bolsa Família. As crianças que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) também são acompanhadas até os 6 anos de idade. Já aderiram ao Criança Feliz 2.615 municípios brasileiros e, até 2018, a meta é chegar a cerca de quatro milhões de crianças.

 Saiba Mais:
Progredir: inscrições em cursos de qualificação são prorrogadas até 3 de novembro

 *Por Pamela Santos

 Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa