Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Outubro > Governo federal anuncia ações de apoio aos pequenos empreendedores

Notícias

Governo federal anuncia ações de apoio aos pequenos empreendedores

INCLUSÃO PRODUTIVA

Entre as medidas, está a reformulação do Portal do Empreendedor, que permite o cadastro de Microempreendedores Individuais (MEI) e soma 2 milhões de acessos mensais
publicado  em 04/10/2017 15h58
Foto: Clarice Castro/MDS

Brasília – O governo federal lançou nesta quarta-feira (4), em solenidade no Palácio do Planalto, uma série de medidas de apoio às micro e pequenas empresas. Entre elas, está a reformulação do Portal do Empreendedor, que permite o cadastro de Microempreendedores Individuais (MEI). A página – que soma 2 milhões de acessos mensais – foi totalmente repensada para facilitar a vida dos pequenos empresários. Conforme dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o Brasil tem hoje mais de 7 milhões de MEIs.

 O governo federal vem atuando para incentivar os brasileiros a empreender e, assim, gerar emprego e renda. Para as famílias mais vulneráveis, foi lançado recentemente o Plano Progredir, que reúne estímulo ao empreendedorismo, qualificação e acesso a oportunidades de emprego. A estratégia é voltada às famílias de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, especialmente as beneficiárias do Bolsa Família.

 Na solenidade desta quarta (4), o presidente da República, Michel Temer, destacou que o Progredir irá fazer com que as famílias melhorem de vida. “O que nós estamos celebrando é a capacidade empreendedora do povo brasileiro. A pessoa pode sair do Bolsa Família e montar um pequeno empreendimento, ou seja, é um incentivo para que aumente o núcleo de micro e pequenos empreendedores”, afirmou.

 O Progredir será executado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em parceria com outras pastas e parceiros da iniciativa privada. O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, ressaltou que a iniciativa tem grande potencial para reduzir a pobreza. A expectativa é emancipar até 1 milhão de famílias nos próximos 24 meses.

 “Queremos transformar os beneficiários do Bolsa Família em pequenos empresários, em microempresários. Os recursos que serão investidos podem gerar emprego e renda para muita gente. Então, nós não estamos só comemorando a microempresa como instrumento de desenvolvimento do país, mas também como um grande instrumento de redução da pobreza”, reforçou.

 No evento, também foi lançada a Semana Nacional do Crédito, que irá ocorrer em diferentes datas ao longo do mês de outubro em todo país. Neste período, sete instituições financeiras irão disponibilizar R$ 8 bilhões em novos empréstimos e R$ 1 bilhão em renegociação de dívidas.

 Progredir – O Plano Progredir prevê a oferta de até R$ 3 bilhões anuais em microcrédito, por meio de parcerias com instituições financeiras, para fortalecer pequenos negócios. Os bancos irão definir as condições das linhas de crédito. A estratégia contará ainda com assistência técnica para 1,7 milhão de autônomos em todo o país, além de ações de inclusão digital e educação financeira. Também serão ofertadas mais de 1 milhão de vagas em cursos profissionalizantes.

 Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa