Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Novembro > Rio de Janeiro: governo federal vai investir R$ 157 milhões no combate à violência

Notícias

Rio de Janeiro: governo federal vai investir R$ 157 milhões no combate à violência

POLÍTICAS PÚBLICAS

Durante o lançamento das medidas, o ministro do Desenvolvimento Social anunciou a ampliação dos serviços para as famílias de baixa renda no Estado
publicado  em 13/11/2017 15h38
Foto: Clarice Castro/MDS

Rio de Janeiro - Nesta segunda-feira (13), o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, participou do lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Rio de Janeiro, ao lado do presidente da República, Michel Temer. 

De acordo com o ministro, as medidas marcam uma nova fase de atuação do governo federal na área de segurança pública. “A juventude é a maior vítima da epidemia da violência. Queremos atrair as crianças e os adolescentes para fora da realidade do crime com esporte e cursos profissionalizantes”, afirmou ele.

O programa compreende um conjunto de ações com o objetivo de estimular o ingresso de jovens em atividades esportivas, culturais e de tecnologia como forma de prevenção à violência. O investimento total do governo federal será de R$ 157 milhões, e deve atender a cerca de 50 mil crianças e adolescentes oriundos de famílias de baixa renda. 

Em seu pronunciamento, Michel Temer destacou a união entre os poderes e as ações conjuntas dos ministérios do Desenvolvimento Social, do Esporte, dos Direitos Humanos, da Defesa, da Justiça e da Educação. “A palavra chave é ‘integração’. Quando percebemos que todos os setores trabalham juntos, podemos dizer que o Brasil tem jeito. E cada vez mais futuro. Esta solenidade de hoje serve como exemplo porque ela traz o símbolo da paz por meio do esporte”, concluiu.

“Quando o governo federal decidiu aportar recursos para o contraturno escolar, nós vislumbramos um futuro em que poderemos vencer essa batalha contra a violência”, ressaltou o governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

A inciativa vai disponibilizar também oportunidades de capacitação profissional e incentivo ao empreendedorismo oferecidas pelo Plano Progredir, além de promover o acesso ao mercado de trabalho. Para participar, os beneficiários devem estar inscritos no Cadastro Único e - preferencialmente – ser atendidos pelo Bolsa Família. 

Serão ampliados ainda os serviços oferecidos por oito unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e de seis unidades do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) no Estado. Também haverá reforço no atendimento dos Centros POP das comunidades locais. O MDS irá destinar um total de R$ 42 milhões para suas ações dentro do programa. 

Leia Mais: Governo Federal lança programa de combate à violência no Rio de Janeiro

*Por Diego Queijo

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa