Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Novembro > Questões centrais da discussão racial no Brasil são tema do Sexta com Debate

Notícias

Questões centrais da discussão racial no Brasil são tema do Sexta com Debate

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, edição do evento abordou o racismo e as relações sociais
publicado  em 24/11/2017 16h46
Foto: Rafael Zart/MDS

Brasília – “O que significa ser branco no Brasil?”. “Qual a diferença entre racismo, preconceito e discriminação?”. As perguntas foram o tema central da penúltima edição do Sexta com Debate deste ano, que ocorreu nesta sexta-feira (24), em Brasília.

Estimular a reflexão sobre pontos centrais da questão racial e estruturar a discussão sobre as relações raciais no Brasil foram os objetivos da palestra, ministrada por Ellen da Silva e Giovani Rocha, integrantes do Vetor dxs Pretxs. O coletivo traça estratégias para aumentar a presença de negros na gestão pública e promover debates sobre questões raciais no país.

No debate, foram apresentados exemplos de como o racismo se manifesta nas mais diversas formas, tanto na televisão quanto na literatura, além de índices de violência contra negros. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de 2107 mostram que de cada 10 pessoas que sofrem homicídio no Brasil, 7 são negros.

De acordo com Ellen, os brasileiros estão inseridos em uma sociedade racista e que por ser mulher e negra, o tema sempre a interessou como cidadã. “O racismo é uma questão central no Brasil e o que sustenta a situação a qual estamos é a falta de diálogo. É preciso desmistificar esses mitos que a sociedade tem sobre o que é relação racial no país”, disse.

Já para Giovani Rocha, iniciativas como a do Ministério do Desenvolvimento Social em abrir espaço para incentivar a discussão e reflexão sobre o racismo na sociedade demonstram que a instituição está preocupa em combater a prática. Porém é preciso mais. “A discussão é uma condição necessária, mas não é suficiente. Ela deve estar na pauta das pessoas que de fato vão construir políticas públicas para mudar o país. No entanto, para transformar o diálogo em mudanças sólidas ainda são necessários outros passos”, afirmou. 

A jornalista Letícia Carvalho também participou do Sexta com Debate e defendeu a importância do tema ser apresentado dentro de instituições públicas. “Que essa análise do debate se transforme em políticas públicas para termos uma realidade bem diferente da qual estamos.”

Evento – Promovido pelo MDS, o Sexta com Debate tem por objetivo promover a discussão sobre temas relacionados ao desenvolvimento social no Brasil e no mundo. O evento ocorre quinzenalmente na sede do ministério.

*Por Carolina Graziadei

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa