Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Março > Gestores aprovam expansão de serviço do Centro-Dia para crianças com microcefalia

Notícias

Gestores aprovam expansão de serviço do Centro-Dia para crianças com microcefalia

POLÍTICAS PÚBLICAS

Objetivo é dar prioridade ao atendimento de crianças de 0 a 6 anos com microcefalia e suas famílias
publicado  em 23/03/2017 18h27

Brasília – Na Semana Nacional de Mobilização da Rede de Assistência Social contra o Aedes aegypti – mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya –, gestores aprovaram a expansão do Serviço de Proteção Social Especial para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias, priorizando o atendimento de crianças com microcefalia e deficiências associadas. A aprovação ocorreu na quarta-feira (22), em Brasília, durante reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT).

 Os Centros-Dia são espaços públicos especializados no atendimento integral a jovens e adultos com deficiência, bem como de suas famílias. Os complexos integrados para atendimento às crianças com microcefalia, que de deverão ser instituídos nos 12 municípios com maior incidência do vírus, contarão ainda com uma unidade da saúde e de creche, possibilitando às mães trabalharem enquanto os filhos são atendidos por especialistas. A iniciativa de criar esses complexos de atendimento partiu do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

 A resolução da CIT abre a oportunidade para que os municípios recebam recursos do governo federal e estadual para implantar o serviço de proteção especial. O objetivo é atender crianças de 0 a 6 anos com microcefalia ou deficiências associadas.

Composta por gestores das três esferas de governo (União, Estados, Distrito Federal e municípios), a CIT é responsável pela articulação nacional da política de assistência social. A comissão define ainda como os recursos da área serão aplicados.

 Apoio – Para a diretora de Proteção Social Especial do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Mariana Neris, a ação fortalece a rede de Assistência Social e mostra o compromisso do governo em apoiar as vítimas.

 “Vamos alcançar e atender essas famílias, dando a elas todo o apoio da assistência. Nós entendemos que faz parte da sensibilização e mobilização de todos os governos – federal, estadual e municipal – a melhoria na qualidade da oferta do serviço, do atendimento e proteção social”, afirmou.

 A resolução aprovada pela CIT será encaminhada ao Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) para votação.

 Veja a relação dos 12 municípios que podem receber as unidades especiais:

Município

Casos confirmados de microcefalia

Centros-Dias ofertados

Salvador (BA)

219

2

Rio de Janeiro (RJ)

128

2

Recife (PE)

69

1

São Luís (MA)

58

1

João Pessoa (PB)

48

1

Teresina (PI)

45

1

Natal (RN)

40

1

Arapiraca (AL)

15

1

Cuiabá (MT)

15

1

Campina Grande (PB)

14

1

Ribeirão Preto (SP)

12

1

Campo Grande (MS)

11

1

Fonte: SNAS/MDSA

 Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa