Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Maio > PAA: agricultores familiares e órgãos públicos discutem Compra Institucional

Notícias

PAA: agricultores familiares e órgãos públicos discutem Compra Institucional

SEGURANÇA ALIMENTAR

Modalidade fortalece a agricultura familiar e promove o acesso à alimentação de qualidade
publicado  em 26/05/2017 19h03

São José dos Campos (SP) – A estudante de Química na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Raíza Lanzotti, 22 anos, tem muitas razões para confiar na qualidade das refeições servidas no restaurante universitário da instituição. A família dela é uma das que fornecem alimentos para a universidade graças à modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA).

Leia também
Compras governamentais podem gerar receita de R$ 900 milhões no Sudeste

 “O PAA é um programa que valoriza o agricultor, porque a gente não precisa entregar para um atravessador. A gente entrega a mercadoria fresquinha e sem agrotóxicos”, explicou Raíza durante o Simpósio Compras de Alimentos da Agricultura Familiar – Região Sudeste, promovido nesta sexta-feira (26) em São José dos Campos (SP). O encontro reuniu representantes de órgãos federais, estaduais, municipal e de diversas organizações da agricultura familiar.

A estudante conta que a família já participava do PAA, mas é a primeira vez que vende hortaliças e legumes para a UFSCar por meio da Compra Institucional.

Compra sustentável – A UFSCar já está em sua segunda chamada pública para compra de alimentos da agricultura familiar. Os produtos abastecem o restaurante universitário, onde são servidas quatro mil refeições por dia – mais de um milhão por ano. Até 2018, a universidade planejar ampliar os contratos para os outros campi.

Segundo o presidente do Conselho Gestor do Programa de Aquisição de Alimentos da UFSCar, Fernando Henrique Paganelli, o processo da compra – sem necessidade de licitação – “foi fácil e um ponto positivo para a gestão da universidade”.

“Estamos fazendo chamadas pequenas para acostumar com o trabalho. Também queremos ajudar o produtor a se acostumar com as metodologias de entregas, porque são muitos produtos por dia. Essa é uma compra sustentável e social, pois a gente tira o intermediário e começa a comprar direto do produtor”, afirmou Paganelli.

Responsável pelas compras de alimentos do Grupamento de Apoio dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ), o aspirante a oficial da Aeronáutica André Rechier destacou que o simpósio foi uma oportunidade para conhecer mais sobre a Compra Institucional.

No grupamento, disse ele, são servidas mais de quatro mil refeições por dia. Para Rechier, o PAA seria ideal para a aquisição de alimentos para os militares. “O PAA é muito interessante pela viabilidade de adquirir produtos de qualidade, com preço competitivo, diretamente do produtor, sem ter que passar por entraves burocráticos. A entrega é rápida; isso seria o ideal para nós”.

Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa