Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Maio > Multiplicadores do Criança Feliz participam de aulas práticas no Distrito Federal

Notícias

Multiplicadores do Criança Feliz participam de aulas práticas no Distrito Federal

DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Profissionais visitaram 15 famílias como parte do processo de capacitação do programa; em outra etapa, conhecimento será repassado aos visitadores domiciliares
publicado  em 19/05/2017 17h51
Foto: Rafael Zart/MDSA

Brasília – Quem chega à casa de Andreia de Jesus Silva, 41 anos, logo escuta as risadas do filho mais novo, Tanakio, de 5 meses. Moradora do Recanto das Emas, a 35 quilômetros de Brasília (DF), ela recebeu a visita dos multiplicadores estaduais do Programa Criança Feliz nesta quinta-feira (18). A atividade faz parte do processo de capacitação dos profissionais, que serão responsáveis, em outra etapa, por repassar o conhecimento adquirido aos visitadores do programa. 

Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), o Criança Feliz dará atenção especial a crianças de baixa renda nos primeiros mil dias de vida. Por meio de visitas domiciliares, os pais serão orientados a estimular o desenvolvimento emocional, social e cognitivo dos filhos. Ao todo, nesta semana, 15 famílias receberam a visita dos 25 multiplicadores que participam da capacitação. 

Durante a prática, Andreia recebeu orientações simples e que fazem toda a diferença para o futuro do filho, como olhar nos olhos, conversar e sorrir para o bebê. De acordo com metodologia Care for Child Development (CCD) do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), esse tipo de estímulo ajuda a preparar a criança para desenvolver a linguagem. A assistente social Katiuscia Lorena da Fé, do Rio Grande do Norte, também sugeriu o uso de chocalhos, fitas e prendedores de cabelos. 

“Ela explicou que a criança tem mais afeto pelos pais quando eles conversam e brincam. Então, vou brincar ainda mais com o Tanakio. Esse programa incentiva as mães a cuidar melhor dos filhos, o que é muito importante”, afirmou Andreia. 

Já a multiplicadora se surpreendeu com os resultados da visita. “Foi uma experiência fantástica. Eu já tinha experiência com visita domiciliar, mas hoje o contexto foi completamente diferente. Ver a interação entre a mãe e o filho dá entusiasmo para seguirmos o trabalho. Senti que a mãe vai utilizar a cartilha que deixamos com ela”, disse Katiuscia. 

Beneficiária do Bolsa Família, Andreia tem outros sete filhos e duas netas. Com os R$ 400 que recebe do programa, compra material escolar e paga contas de água e energia. “Quero que todos estudem e se formem na faculdade. Assim, eles podem ter uma vida melhor”, projeta. Assim como ela, milhares de famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social serão acompanhadas pelo Criança Feliz. A iniciativa do governo federal pretende atender 4 milhões de crianças até 2018. 

Durante a semana, o grupo de multiplicadores também participou de práticas no Hospital da Criança. A capacitação segue até este sábado (20). 

Criança Feliz – Em todo o país, 2.547 municípios já aderiram ao programa. O Criança Feliz acompanhará crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Pesquisas mostram que crianças bem cuidadas chegam à escola com melhores condições de aprendizado, estudam mais, são menos violentas e têm mais chances de vencer a pobreza.

 Leia também:
Multiplicadores aprendem na prática os cuidados na primeira infância
Criança Feliz capacita novos multiplicadores estaduais em Brasília

Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa