Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Maio > MDSA e prefeitura de Porto Alegre discutem ações voltadas a dependentes químicos

Notícias

MDSA e prefeitura de Porto Alegre discutem ações voltadas a dependentes químicos

COMBATE ÀS DROGAS

Parceria deverá ampliar e qualificar o acolhimento e o atendimento das pessoas em situação de rua que enfrentam o problema
publicado  em 26/05/2017 20h01
Foto: Mauro Vieira/MDSA

Porto Alegre (RS) – O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e a prefeitura de Porto Alegre promoveram nesta sexta-feira (26), na capital gaúcha, uma reunião para discutir estratégias de atendimento à população em situação de rua e dependentes químicos. Participaram o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior, e o diretor de Articulação e Projetos da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, Clovis Benevides, além de secretários municipais, representantes do governo do Estado e de comunidades terapêuticas.

 No encontro, foram debatidas maneiras de ampliar e qualificar o acolhimento e o atendimento dessas pessoas. Ficou acertado que será estabelecida uma parceria para ampliar as vagas de acolhimento, tratamento e internação para desintoxicação. Ao lembrar que o país vive uma epidemia das drogas com efeitos sobre o aumento da violência e pobreza, o ministro defendeu uma mudança urgente no enfrentamento ao problema.

 “A falta de políticas públicas sobre drogas levou a uma situação social grave, de aumento da pobreza, da violência e de devastação das famílias. Nós precisamos reverter isso o quanto antes, traçando políticas efetivas e trabalhando de forma conjunta”, ressaltou.

 Terra disse ainda que a iniciativa a ser desenvolvida em Porto Alegre poderá servir de modelo para outras cidades. O prefeito da capital gaúcha, Nelson Marchezan Junior, afirmou que este é o momento de adotar medidas eficazes, mediante a articulação dos governos federal, estadual e municipal.

 “Nós temos agora uma grande oportunidade de estabelecer uma política pra essas pessoas que estão em situação de rua, que têm dependência química. Precisamos de ações que realmente funcionem e que promovam uma melhora na qualidade de vida dessas pessoas”, destacou.

 Para o diretor de Articulação e Projetos da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, Clovis Benevides, a ação integrada nos três níveis de governo é essencial para obter resultados significativos. “Nós estamos falando de um problema grave e complexo, daí as respostas precisam de uma articulação entre as várias práticas e políticas. O governo federal está cumprindo aquela que é a sua finalidade: apoiar os Estados e municípios, articular as políticas, colaborar no que é necessário e construir soluções”, disse.

 O grupo voltará a se reunir na próxima semana, em Porto Alegre, para fechar a estratégia de atendimento à população que enfrenta problemas de dependência química.

 Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa