Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Fevereiro > Ministro propõe parcerias para que jovens do Bolsa Família acessem mercado de tecnologia

Notícias

Ministro propõe parcerias para que jovens do Bolsa Família acessem mercado de tecnologia

INCLUSÃO PRODUTIVA

Ao visitar a Campus Party, em São Paulo, Osmar Terra reforçou a necessidade de incentivar o empreendedorismo e a criatividade entre os beneficiários de programas sociais
publicado  em 03/02/2017 18h51
Foto: Patrick Grosner/MDSA

São Paulo – Promover ações para que os jovens do Bolsa Família possam vencer a pobreza por meio do trabalho e do empreendedorismo. Com este objetivo, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, esteve na Campus Party, nesta sexta-feira (3), em São Paulo. O evento reúne jovens em torno de um festival de tecnologia, inovação, criatividade e ciências. 

Durante encontro com o CEO global da Campus Party, Carlo Cozza, o ministro falou sobre o interesse da pasta em desenvolver parcerias para que os beneficiários dos programas sociais tenham acesso ao mercado de tecnologia da informação e a projetos inovadores. As parcerias propostas pelo ministro Osmar Terra integram a Estratégia Nacional de Inclusão Social e Produtiva, a ser lançada nos próximos meses pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). 

Para Osmar Terra, o estímulo à criatividade e ao empreendedorismo é o caminho para mudar a realidade de milhares de adolescentes que hoje não têm perspectivas de um futuro melhor.  “Temos muitas possibilidades de incluir produtivamente a parcela mais pobre da população. Os jovens estão acostumados a lidar com tecnologia. Eles podem ser capacitados para em pouco tempo desenvolver habilidades e ser estimulados a montar startups e conseguir autonomia financeira”, explicou. 

Terra também se reuniu com o presidente do Instituto Campus Party Brasil, Francesco Faruggia, que destacou a importância da atuação conjunta entre governo e sociedade civil. “Entre as características dos jovens geek está a de ser colaborativo. Temos uma rede social de 200 mil campuseiros no Brasil, 600 mil no mundo e queremos ter 10 milhões nos próximos três anos para usarmos eles como voluntários ou transmissores para o resto da sociedade que não tem oportunidade de entrar na revolução digital”, acrescentou. 

 

Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa