Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Agosto > Espaço da agricultura familiar na 40ª Expointer reforça importância do setor

Notícias

Espaço da agricultura familiar na 40ª Expointer reforça importância do setor

SEGURANÇA ALIMENTAR

Ao participar da abertura do pavilhão, neste sábado (26), o secretário de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, destacou o papel da atividade para o combate à pobreza rural
publicado  em 26/08/2017 17h33
Exibir carrossel de imagens Foto: Clarice Castro/MDS

Esteio (RS) – O produtor rural Vitório Zanella, de 64 anos, cultiva frutas e verduras em uma pequena propriedade no município de Encantado, interior do Rio Grande do Sul. Trabalhando com a família, ele viu os ganhos aumentarem a partir do momento em que começou a comercializar os produtos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal. “Mudou muito porque é uma renda a mais que entra para a agricultura familiar. É uma boa renda”, disse.

A família de Zanella é uma das mais de 1,3 mil presentes no Pavilhão da Agricultura Familiar na 40ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer), no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). O espaço serve como vitrine dos mais diversos itens produzidos por agricultores de 131 municípios. No local, são comercializados produtos como queijos, embutidos, vinhos, sucos, artesanato indígena, plantas e flores.

Foto: Clarice Castro/MDS

Durante a abertura do espaço, neste sábado (26), o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, falou sobre a importância do setor para o combate à pobreza. “Este pavilhão é uma demonstração de como nós podemos tirar aqueles produtores que estão em situação de vulnerabilidade e colocá-los em uma situação de competitividade. Aqui ocorre a concretização, a cada ano, do fortalecimento da agricultura familiar”, afirmou.

O secretário também destacou a relevância do Programa de Aquisição de Alimentos – coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) – para geração de renda e fomento da cadeia produtiva. “Neste local, termos a participação de 196 agroindústrias, trazendo produtos daqueles que têm o seu registro na agricultura familiar. São pequenos produtores que se mostram empreendedores. Com a participação efetiva de políticas de segurança alimentar do governo federal, esse processo vem sendo fortalecido”, disse.

Para o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag/RS), Carlos Joel da Silva, as ações do MDS contribuem para a permanência das famílias no campo. “Essas políticas combatem a pobreza, a desigualdade e diminuem o êxodo rural, que vinha sendo muito forte nos últimos anos. As medidas de estímulo fazem com que o agricultor seja mais do que um produtor de matéria-prima, podendo levar o produto diretamente ao consumidor”, ressaltou.

O pavilhão valoriza agroindústrias gaúchas incluídas no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), coordenado pela Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), em parceria com o governo federal e as conveniadas Emater/RS, Fetag, Fetraf/RS e Via Campesina. Promovida pela Secretaria de Agricultura e Pecuária do Governo do RS, a exposição segue até 3 de setembro.

Investimentos – O PAA adquire produtos de agricultores locais, com dispensa de licitação, garantindo mercado e incentivando as famílias a continuarem no campo. Os produtos são destinados às pessoas em situação de insegurança alimentar, por meio da rede socioassistencial, restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos e da rede pública e filantrópica de ensino.

Só no Rio Grande do Sul, o MDS está investindo R$ 22 milhões pelo PAA. Em 2017, foram aplicados R$ 76,7 milhões no Estado em diversas ações de segurança alimentar e nutricional. Deste total, R$ 42 milhões estão sendo destinados a ações de infraestrutura no meio rural, com a implementação de tecnologias para garantir o acesso das famílias à água de qualidade para consumo próprio e para a produção de alimentos.

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa