Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2017 > Abril > Censo Suas 2016 aponta aumento no número de Cras no país

Notícias

Censo Suas 2016 aponta aumento no número de Cras no país

POLÍTICAS PÚBLICAS

As informações da pesquisa são fundamentais para aperfeiçoar o atendimento à população e a gestão da política de assistência social
publicado  em 19/04/2017 18h14
Foto: Patrick Grosner/MDSA

Brasília – O número de Centros de Referência de Assistência Social (Cras) aumentou no país. De acordo com o Censo do Sistema Único de Assistência Social (Censo Suas) 2016, realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), são 8.240 unidades. O Cras é a principal porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

A região Sudeste concentra 34,5% dos Cras, seguida pelo Nordeste com 32,1%. Já a região Sul detém 18,4% das unidades, enquanto o Norte e o Centro-Oeste empatam com 7,5%. Em 2015, eram 8.155 Cras no país.

Segundo o coordenador-geral dos Serviços de Vigilância Socioassistencial do MDSA, Marcos Maia Antunes, 42% dos centros estão em municípios com até 20 mil habitantes, o que mostra que a população das pequenas cidades está assistida pela rede de proteção social. “A capilaridade da nossa rede é grande e continua aumentando. O que eu posso dizer é que a construção do Suas segue avançando”, avaliou.

Outra unidade de atendimento importante no Suas é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), responsável pelo atendimento das famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados. Em 2016, 2.521 unidades foram catalogadas pelo Censo, um aumento de 86 unidades em relação ao ano anterior, o que mantém a tendência de crescimento dos últimos anos.

A pesquisa registrou ainda os serviços de atendimento à população de rua. São 230 Centros de Referência Especializados para Pessoas em Situação de Rua (Centros Pop).

Censo Suas – Os dados do Censo são informados pelas prefeituras e governos estaduais, por meio de um formulário eletrônico, e colaboram para o monitoramento e o acompanhamento dos serviços do Suas. As informações são fundamentais para aperfeiçoar o atendimento à população e a gestão e controle da política de assistência social, além de identificar avanços, limitações e desafios do sistema.

“O Censo é extremamente importante. É ele que permite informações para a própria gestão do Suas. A pesquisa é a única fonte de informação que permite saber as condições de ofertas dos serviços e dos equipamentos da rede socioassistencial”, destacou Maia.

Ao todo, 37,5 mil questionários foram respondidos entre setembro e outubro de 2016. Os percentuais de preenchimento continuaram altos, chegando a mais de 99,6% para o conjunto das unidades Cras, Creas, Centro Pop e Acolhimento; 98,4% para a gestão municipal e 96,7% para os Conselhos Municipais.

O MDSA disponibilizou as bases de dados para consulta. Para conhecer os dados, basta acessar o endereço http://aplicacoes.mds.gov.br/snas/vigilancia/index2.php

Informações sobre os programas do MDSA:
0800 707 2003 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa