Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Setembro > Osmar Terra defende uso de tecnologia para combater pobreza rural

Notícias

Osmar Terra defende uso de tecnologia para combater pobreza rural

Inclusão produtiva

Ministro participou de dia de campo na Embrapa Trigo, em Passo Fundo (RS)
publicado  em 09/09/2016 18h16
Foto: Mauro Vieira/MDSA

Passo Fundo (RS) – O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, manifestou nesta sexta-feira (9) a intenção de levar o uso de tecnologia e de melhores práticas de cultivo e manejo a pequenas propriedades, como forma de combater a pobreza no meio rural. Foi durante a abertura do segundo Dia de Campo de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta da Embrapa Trigo, em Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul.

 “Nós estamos vendo como nós podemos adaptar isso na pequena propriedade rural, que é decisiva para a inclusão produtiva da população brasileira, para segurar as famílias no campo, dar a elas uma boa renda e evitar que migrem para as cidades”, explicou.

“É um modelo que nós temos que difundir não só aqui no Rio Grande, no Sul do Brasil, mas levar isso pro Cerrado, e principalmente pro Nordeste e pro Norte do país, adaptar isso para a realidade da agricultura de lá, para diminuir a pobreza naquela região, que é a mais afetada pela miséria, pelo empobrecimento da população”, completou Terra.

Durante a visita, o ministro recebeu uma placa de agradecimento do chefe da Embrapa Trigo, Sérgio Roberto Dotto, pelo apoio a ações de transferência de tecnologia. A unidade é referência nacional no cultivo de cereais de inverno, como trigo, cevada e aveia.

No evento, pequenos e médios produtores tiveram acesso a oficinas de capacitação e conheceram técnicas de plantio, manejo do solo e da água, além de culturas que garantam melhoria da produção e da renda.

Ao longo do dia, mais de 400 agricultores familiares, representantes de cooperativas e estudantes universitários circularam entre as estações temáticas, onde especialistas demonstraram as melhores técnicas voltadas para o aumento da produtividade.

Inclusão produtiva – O Brasil tem aproximadamente 30 milhões de pessoas vivendo no meio rural. Destas, 6 milhões estão na linha da pobreza e mais de 2 milhões, na extrema pobreza. Para o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, levar conhecimento e tecnologia a essas famílias irá ajudar na inclusão produtiva e na independência financeira delas.

 “Hoje, o que é mais importante, o que rende mais para o produtor, é a tecnologia. É o que nós estamos vendo aqui, novas tecnologias para que o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário possa incluir na política da inclusão produtiva, fazendo com que aquele produtor que é muito pequeno, que está vivendo do Bolsa Família, possa melhorar a sua renda e se desenvolver mais”, afirmou Rocha.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário desenvolve uma série de políticas públicas para enfrentar a miséria no campo. Entre as principais, estão o Bolsa Família, o Programa de Aquisição de Alimentos, que garante a comercialização dos produtos da agricultura familiar, e ações de fomento e estruturação produtiva.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa