Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Outubro > Programa Criança Feliz é aprovado na Comissão Intergestores Tripartite

Notícias

Programa Criança Feliz é aprovado na Comissão Intergestores Tripartite

Primeira infância

Resolução da CIT detalha os objetivos do programa no Sistema Único de Assistência Social (Suas)
publicado  em 21/10/2016 18h28
Foto: Mauro Vieira/MDSA

Brasília – O Programa Criança Feliz foi aprovado na Comissão Intergestores Tripartite (CIT) nesta sexta-feira (21). Gestores estaduais, municipais e do governo federal detalharam, por meio de resolução, como o programa se insere no Sistema Único de Assistência Social (Suas), como a qualificação do atendimento às famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e das unidades de atendimento. 

O documento, aprovado na 150ª reunião ordinária, segue para apreciação do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). De acordo com a secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Carminha Brandt, a reunião foi importante para detalhar os pontos que ainda geravam dúvidas entre os participantes da comissão. 

“Estamos profundamente satisfeitos, porque foi uma reunião que abordou muitos detalhes. Finalmente, temos agora pactuado, com plena consciência, a importância do Programa Criança Feliz”, avaliou ela. 

Para o secretário de Assistência Social e Políticas para Mulheres do Espírito Santos, Rodrigo Coelho, o programa contribui para a melhoria da vida das pessoas que vivem em vulnerabilidade e que precisam ter atenção, sobretudo na primeira infância. “É consenso que nós precisamos acompanhar a primeira infância pelas questões que a ciência já demonstrou e também para que a gente possa avaliar as futuras gerações.” 

Desenvolvimento integral – Lançado pelo governo federal no início deste mês, o Criança Feliz promoverá o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 3 anos, beneficiárias do Bolsa Família, e também as de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

Por meio de visitas domiciliares periódicas, as famílias serão acompanhadas por profissionais capacitados para orientar os pais sobre a melhor forma de estimular seus filhos. Além das visitas, o Criança Feliz terá ações integradas nas áreas de saúde, educação e cultura, entre outros.   

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa