Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Outubro > Osmar Terra apresenta ações do Criança Feliz em seminário em São Paulo

Notícias

Osmar Terra apresenta ações do Criança Feliz em seminário em São Paulo

Desenvolvimento infantil

Evento reuniu representantes da rede de garantia dos direitos da criança e do adolescente no estado
publicado  em 21/10/2016 19h29
Foto: Patrick Grosner/MDSA

São Paulo – O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, foi um dos palestrantes, nesta sexta-feira (21), do seminário Primeira Infância no Estado de São Paulo: O papel do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente. O evento, na capital paulista, reuniu representantes da rede de garantia dos direitos da criança, como promotores, juízes, conselheiros tutelares e assistentes sociais. 

“Foi uma oportunidade rara e importante de trocar informações com o Judiciário, que nos ajuda a preservar políticas públicas e a fazer com que elas se efetivem nos locais onde isso é mais difícil”, afirmou Terra. O seminário foi promovido pela Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo, Escola Paulista da Magistratura, Instituto Alana e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. 

Na ocasião, o ministro explicou as ações do Programa Criança Feliz, lançado no início deste mês pelo governo federal. Com foco no atendimento a crianças de 0 a 3 anos, beneficiárias do Bolsa Família, o programa contará com visitas domiciliares feitas por profissionais capacitados, que vão orientar os pais sobre a melhor forma de estimular o desenvolvimento infantil. 

“Nós temos agora a oportunidade de avançar em relação a ações que já haviam sido feitas, dentro de um programa que é extremamente relevante, que é o Bolsa Família. Nós iremos atender as crianças do programa, promovendo seu desenvolvimento pleno e integral, e ajudando as famílias a superarem as dificuldades”, explicou. 

No seminário, Terra participou ainda de um debate sobre o filme O Começo da Vida, que mostra a importância dos primeiros mil dias na formação dos indivíduos. Ele reforçou que os cuidados nessa fase são fundamentais para garantir que as pessoas tenham melhores oportunidades na vida adulta. 

O desembargador Eduardo Gouvêa, da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, destacou a relevância do Criança Feliz. “Essa abordagem é de fundamental importância para a formação do ser humano no futuro. Quanto mais se investe na fase inicial da vida, menos problemas existirão nas fases posteriores”, disse. 

Aprovação – O ministro também informou a plateia do evento que o Programa Criança Feliz foi aprovado, nesta tarde, em Brasília, na Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que reúne gestores estaduais, municipais e do governo federal. Por meio de resolução, foi detalhado como o programa se insere no Sistema Único de Assistência Social (Suas). O documento seguirá para apreciação do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). 

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa