Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Novembro > MDSA participa de diálogo sobre redução de perdas e desperdícios de alimentos

Notícias

MDSA participa de diálogo sobre redução de perdas e desperdícios de alimentos

BANCO DE ALIMENTOS

Evento promovido pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) reúne países da América Latina e Caribe
publicado  em 14/11/2016 14h37

Brasília – A redução de perdas e desperdícios de alimentos é hoje uma preocupação mundial. A temática está inserida como meta do Plano de Segurança Alimentar, Nutrição e Erradicação da Fome da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e da Agenda 2030 - plano com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas.

Para debater o assunto, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) foi convidado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) a participar do Segundo Diálogo Regional sobre Prevenção e Redução de Perdas e Desperdícios de Alimentos na América Latina e Caribe. O evento será realizado entre os dias 17 e 18 deste mês, em St. George’s, Granada.

Uma das principais políticas públicas brasileiras para a prevenção e redução do desperdício de alimentos é o Programa Banco de Alimentos. A coordenadora-geral de Equipamentos Públicos de Segurança Alimentar e Nutricional do MDSA, Kathleen Machado destaca que “o debate é importante para garantir que mais alimentos estejam disponíveis para quem mais necessita”.

Os Bancos de Alimentos atuam no recebimento de doações de produtos considerados fora dos padrões para a comercialização, mas adequados ao consumo. Os alimentos são repassados a instituições da sociedade civil, como creches, escolas, asilos, hospitais entre outros. Atualmente, o país conta com 221 bancos que atendem 10,2 mil instituições, beneficiando 4 milhões de pessoas.

Para a coordenadora, o debate também é um momento importante para a troca de experiências. “Temos ainda que avançar em algumas áreas, como a elaboração de uma metodologia para diagnóstico de quanto se realmente desperdiça e se perde de alimentos no Brasil. Os países participantes também discutirão um código de conduta para prevenção e redução de desperdícios de alimentos”.

O diálogo com outros países também vai impulsionar a formação de um comitê nacional para a redução e prevenção de perdas e desperdícios de alimentos no Brasil. “Nossa expectativa é avançar no debate, trazer mais atores para fazermos um trabalho mais cooperativo e articulado, dando mais eficiência à política pública”, acrescentou Kathleen.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa