Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Novembro > Hospital do Exército, em Alegrete (RS), abre chamada pública para comprar mais de 20 toneladas de alimentos

Notícias

Hospital do Exército, em Alegrete (RS), abre chamada pública para comprar mais de 20 toneladas de alimentos

Compra Institucional

Agricultores familiares têm até 14 de novembro para apresentar propostas de vendas
publicado  em 01/11/2016 19h29

Brasília – O Hospital de Guarnição do Exército, em Alegrete (RS), abriu chamada pública para a compra de alimentos da agricultura familiar. Por meio da modalidade Compra Institucional, do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), a unidade irá investir R$ 114 mil para a compra de mais de 20 toneladas de frutas, verduras, hortaliças e legumes. Os agricultores familiares têm até 14 de novembro para entregar as propostas.

A prioridade de compra será para agricultores familiares e organizações dos municípios, de comunidades tradicionais, assentados, mulheres e para a produção agroecológica e de orgânicos. Os interessados devem apresentar a documentação para habilitação na sede da unidade (Rua Demétrio Ribeiro, nº 210, Centro).

Podem participar da chamada pública, organizações, associações e agricultores familiares que possuam Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Cada agricultor familiar poderá vender até R$ 20 mil.  

Acesse: Edital de chamada pública do Hospital de Guarnição de Alegrete (RS) 

A coordenadora geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Hétel dos Santos, aponta os benefícios para as prefeituras, os governos estaduais e os órgãos do governo federal comprarem ao menos 30% dos produtos da agricultura familiar. 

“É bom comprar da agricultura familiar porque fortalece a economia local. Além de gerar renda, o alimento ofertado é mais saudável mais fresco e não passa por todo um processo de cadeia longa de abastecimento, além de ser adaptado àquela região”, afirma. 

Expectativa – Pedro Morais dos Santos, 38, é presidente da Associação de Agricultores Familiares de Alegrete (RS). O anúncio da chamada pública encheu de ânimo os produtores locais. Pedro produz hortaliças e temperos para vender nos mercados locais, na feira da cidade e nas escolas da cidade por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Para o agricultor, a venda para o Exército é uma grande oportunidade, além de apresentar um preço justo pelos produtos. 

“Está se abrindo um mercado garantido. No meu caso, já vou produzir com a certeza de que na outra ponta estará o meu comprador esperando, e isso me ajuda a me organizar mais. Você sabe quanto vai ganhar porque o preço não vai ficar oscilando, como é no mercado”, destacou o agricultor. 

Oportunidade - A 1ª Divisão de Levantamento, do Exército Brasileiro, em Porto Alegre (RS), lançou sua primeira chamada pública para compra de alimentos da agricultura familiar.O prazo para entrega da proposta de venda e documentação de habilitação vai até as 12h do dia 7 de novembro.

No total, serão investidos R$ 42 mil na aquisição de quatro toneladas dealimentos da agricultura familiar (hortifruti, lácteos, suco de laranja e panificados). 

Acesse:  Edital de chamada pública da 1ª Divisão de Levantamento – Porto Alegre (RS) 

Sobre a modalidade Compra Institucional 

A legislação atual determina que órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta comprem ao menos 30% de gêneros alimentícios de agricultores familiares e suas organizações. 

Para acessar todas as chamadas públicas de compra de produtos da agricultura familiar abertas pelo país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br. 

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa