Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Março > Universidade de Pelotas vai adquirir alimentos orgânicos e da agricultura familiar

Notícias

Universidade de Pelotas vai adquirir alimentos orgânicos e da agricultura familiar

PAA

Organizações têm até 31 de março para apresentar propostas. Produtos vão compor 6,5 mil refeições diárias nos restaurantes universitários
publicado  em 22/03/2016 16h30
Ana Nascimento/MDS

Brasília – Está aberta, até a próxima quinta-feira (31), chamada pública da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), no Rio Grande do Sul, para adquirir alimentos orgânicos e da agricultura familiar. A compra de 202 toneladas de produtos será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Os alimentos – frutas, verduras, hortaliças, laticínios, doces e grãos – serão usados nas refeições oferecidas em três restaurantes universitários da UFPel, por cinco meses. Por dia, em média, são servidas cerca de 6,5 mil refeições. O investimento previsto é de aproximadamente R$ 1 milhão.

A prioridade de compra será para organizações da agricultura familiar e para produção de orgânicos. Os interessados devem apresentar a documentação para habilitação e proposta de venda na sede da Fundação de Apoio Universitário (Rua Marcílio Dias nº 939, em Pelotas/RS). A entrega dos alimentos nos restaurantes começa em já em abril.

Acesse aqui o edital da chamada pública

Esta é a segunda chamada pública realizada pela universidade após o decreto assinado em junho de 2015, pela presidenta Dilma Rousseff. A legislação agora determina que órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta comprem ao menos 30% de gêneros alimentícios de agricultores familiares e suas organizações.

Segundo Moema Zambiazi, gerente de um dos restaurantes universitários da UFPel, a diferença foi percebida no paladar dos alunos. “São produtos mais frescos e de boa qualidade. Os alimentos orgânicos são mais saborosos do que os convencionais”, afirma. “O nosso objetivo não é só ofertar a alimentação para o aluno, mas dar a oportunidade de comerem melhor”, explica. Ela ainda conta que os alunos vegetarianos estão dando grande apoio à medida.

O diretor de Apoio à Aquisição e à Comercialização da Produção Familiar do MDS, André Grossi Machado, ressalta que os órgãos da administração federal já estão se movimentando para atender a legislação. “Esta ação fortalece a economia local e faz com que os agricultores familiares se adequem à demanda e conquistem este mercado. Além disso, os órgãos, pela proximidade com o fornecedor, se beneficiam porque consomem alimentos mais frescos e de melhor qualidade.”

PAA Compra Institucional - Criada em 2012, a modalidade abriu uma nova possibilidade de comercialização para as famílias de agricultores familiares de todo o país ao permitir que municípios, estados, Distrito Federal e órgãos federais comprem, com recursos próprios, produtos para atender as demandas de forma simplificada, segura e transparente, por meio de chamadas públicas, sem necessidade de licitação.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa