Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Março > Tereza Campello elogia participação da população no combate ao Aedes aegypti

Notícias

Tereza Campello elogia participação da população no combate ao Aedes aegypti

MOBILIZAÇÃO

Em dia de ação de combate ao mosquito nos prédios públicos federais, ministra falou da importância de todos estarem engajados
publicado  em 11/03/2016 12h57
Ana Nascimento/MDS

Brasília – A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, elogiou o engajamento da população brasileira no combate ao mosquito Aedes aegypti. “As pessoas têm percebido que a limpeza não é só uma vez. Essa ideia de que não basta limpar a casa um dia, ela pegou. As pessoas sabem disso e têm feito a faxina.”

Nesta sexta-feira (11), ela participou, junto com os servidores federais, de mais uma etapa da ação de combate ao Aedes aegypti nos prédios públicos federais. O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marcelo Cardona, o secretário nacional de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Cristiano Heckert, e o secretário nacional adjunto do Patrimônio da União, Patrick Carvalho, também estiveram.

A ministra destacou que toda a ação feita pelo setor público atinge apenas 20% dos criadouros do país. “Cerca de 75% a 80% dos criadouros estão dentro das áreas privadas. Por isso, é muito importante que a gente continue a nossa ação com engajamento do Brasil todo”, afirmou. De acordo com a Sala Nacional de Coordenação e Controle (SNCC), quase 60 milhões de domicílios foram vistoriados pelos agentes de saúde e militares das Forças Armadas. Dos 45 mil prédios da União, 18 mil já passaram por inspeção.

O MDS, com o apoio do MPOG, está na terceira etapa fase de vistorias dos sete prédios do Ministério. E os servidores estão sendo capacitados para o combate. Cerca de 251 mil participaram de cursos e a expectativa é que, até o final de março, 100% dos servidores estejam qualificados. “Esses dados apontam que estamos no caminho certo e que vamos conseguir vencer a guerra contra o Zika”, apontou o secretário-executivo do MDS, Marcelo Cardona.

Segundo o secretário nacional adjunto do Patrimônio da União, Patrick Carvalho, mesmo com o fim das chuvas, a guerra contra o Aedes aegypti não deve parar. “A nossa atenção não pode diminuir. Esse é justamente o momento da gente continuar com a rotina que já está estabelecida nas nossas casas e em todos os prédios públicos.”

Reconhecimento Internacional - A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, visitou o Brasil em fevereiro para acompanhar a epidemia do vírus Zika no país. Segundo Cardona, ela destacou que o Brasil está na liderança da estratégia de mobilização contra o Aedes. “Esse é um reconhecimento internacional das ações que nós estamos desenvolvendo.”

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa