Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Março > Técnicos da Índia conhecem programas sociais brasileiros

Notícias

Técnicos da Índia conhecem programas sociais brasileiros

SUPERAÇÃO DA POBREZA

Representantes do governo indiano estiveram no MDS nesta quarta-feira para tirar dúvidas sobre o programa Bolsa Família e o Plano Brasil Sem Miséria
publicado  em 16/03/2016 17h25
Foto: Rafael Zart

Brasília – Técnicos do governo indiano estiveram nesta quarta-feira (16), no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para conhecer e tirar dúvidas sobre o programa Bolsa Família e o Plano Brasil Sem Miséria. Eles estão no Brasil para participar de curso de pós-graduação em Administração Pública, oferecido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e pelo Instituto Indiano de Administração Pública de Nova Deli. O país foi escolhido pela instituição indiana pelo seu protagonismo na execução de políticas públicas e no gerenciamento de programas sociais. 

Segundo João Augusto Sobreiro, especialista em Políticas Públicas do MDS, a troca de experiências permite comparar as iniciativas do governo brasileiro com outros países, possibilitando uma análise de como foram os avanços e onde podem ser feitos ajustes na condução de políticas públicas. “Eles nos questionaram sobre como são tratados o divórcio e as mães solteiras e os critérios para a elegibilidade na concessão de benefícios, por exemplo. Também nos perguntaram sobre a operacionalização do Cadastro Único. Tivemos um público de gestores bem diversificado e que abordou diferentes pontos do programa.” 

Esta é a segunda visita de uma delegação indiana ao MDS em 2016 – a outra foi em janeiro. O chefe da Assessoria Internacional do ministério, Celso França, destaca a importância do apoio ao país asiático. “A cooperação com a Índia é um exemplo de parceria entre dois países em desenvolvimento e que possuem a atenção voltada para a questão global do combate à pobreza. A vinda dos gestores indianos viabiliza uma estratégia bilateral de esforços. Temos vários outros países com desafios semelhantes e que podem aproveitar lições da nossa experiência, coisas que já enfrentamos e que poderão ser adaptadas por eles.” 

O representante do Centro de Excelência contra Fome do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), Peter Rodrigues, afirma que a visita da delegação é uma oportunidade para o intercâmbio e exposição das iniciativas. “Nosso papel neste evento é facilitar o diálogo entre os países e disseminar as boas práticas do Programa Bolsa Família e da alimentação escolar. No Centro de Excelência trabalhamos com 38 países e o Brasil além de ser uma referência, pode aprender e contribuir muito com boas práticas.” 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa