Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Março > Mesa Brasil Sesc combate o desperdício de alimentos

Notícias

Mesa Brasil Sesc combate o desperdício de alimentos

ALIMENTAÇÃO ADEQUADA

Programa redistribui alimentos excedentes apropriados para consumo humano, porém fora dos padrões de comercialização
publicado  em 23/03/2016 18h18

Brasília – Muitos alimentos em feiras e supermercados são deixados de lado pelo consumidor porque a aparência não é considerada muito agradável. Ainda assim, estão próprios para o consumo e hoje muitos deles chegam às mesas de famílias por conta das ações desenvolvidas pelos Bancos de Alimentos. O Programa Mesa Brasil é formado por uma rede que busca alimentos onde sobra e entrega onde falta, além de atuar do atendimento de vítimas de eventos naturais, como as fortes chuvas que deixaram dezenas de desabrigados na região Sul do país, em 2008.

“Uma ação que a gente entende como pioneira e de sucesso, nos diferentes casos que aconteceram, foi a ação emergencial. O Programa Mesa Brasil Sesc mobiliza empresas e pessoas para atuar também nos casos de calamidade”, afirma a assessora técnica do programa, Cláudia Roseno.

Naquele ano, em torno de 60 cidades foram afetadas pelas fortes chuvas em Santa Catarina. Cláudia diz que o Mesa Brasil adquiriu expertise para agir rápido nessas grandes tragédias, para “mobilizar agentes públicos, empresas privadas, departamentos regionais, para atender todos que precisavam naquele momento”.

O programa tem seu embrião na capital paulista há mais de 20 anos, na unidade Sesc Carmo, com o envolvimento dos empresários que custeavam os alimentos produzidos na cozinha industrial, para evitar o desperdício de alimentos e minimizar a fome. Ao final de 2002, o Departamento Nacional do Sesc adotou a iniciativa, apoiando técnica e financeiramente cada regional. Hoje, são 6.565 entidades assistidas, entre creches, abrigos e albergues, em mais de 500 municípios, a maioria no entorno das capitais e dos grandes pólos das cidades do interior.

De acordo com Cláudia Roseno, o programa também realiza atividades de educação alimentar e nutricional, explicando para as instituições atendidas como aproveitar o alimento e diversificar as preparações, além de como se fortalecer e buscar outros parceiros. “Dentro das ações educativas, a gente destaca esse braço do Sesc, trabalhando para a alimentação saudável e adequada. A maioria do nosso público são de creches”, conta. Ela lembra que cerca de 70% dos produtos recebidos pelo Mesa Brasil Sesc são hortifruti e que, muitas vezes, isso representa oportunidade de a criança ter o primeiro contato com uma fruta, por exemplo.

Ao todo, o Mesa Brasil conta com 88 unidades em funcionamento em diferentes estados. A coordenadora diz que são realizadas reuniões a cada dois anos para que todos conheçam o trabalho uns dos outros. “Isso traz uma riqueza muito grande, por conta da troca de experiência. Porque cada estado tem o seu perfil de atendimento, de prioridade de ação.”

Experiências – Uma oportunidade para conhecer outras práticas bem sucedidas dos Bancos de Alimentos é a I Mostra de Experiências de Banco de Alimentos, que será realizada nos dias 5 e 6 de maio, em Brasília. O evento é realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Mesa Brasil Sesc, ONG Banco de Alimentos, Rede de Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul, Associação Prato Cheio e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Nele, estarão reunidos gestores federais, estaduais e municipais, organização da sociedade civil, pesquisadores da área, estudantes e trabalhadores dos bancos de alimentos, discutindo aspectos da Rede Brasileira de Bancos de Alimentos, por meio de mesas-redondas, minicursos e espaço para apresentação e discussão de experiências entre outras atividades culturais. Ainda serão apresentadas experiências exitosas de gestores de Bancos de Alimentos. Para participar, basta enviar o trabalho até sexta-feira (25), no endereço http://mds.gov.br/assuntos/seguranca-alimentar/i-mostra-de-experiencias-de-bancos-de-alimentos/.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa