Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Março > Governo federal anuncia investimento para pesquisas sobre zika vírus

Notícias

Governo federal anuncia investimento para pesquisas sobre zika vírus

MDS CONTRA O MOSQUITO

Será R$ 1,2 bilhão para pesquisa e desenvolvimentos de novas tecnologias no combate ao mosquito Aedes aegypti. Pesquisas também vão acelerar o diagnóstico da microcefalia
publicado  em 23/03/2016 17h07
Ubirajara Machado/MDS

Brasília – O governo federal vai investir R$ 1,2 bilhão em pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias para combate ao mosquito Aedes aegypti nos próximos quatro anos. O valor faz parte das ações do eixo de Desenvolvimento Tecnológico, Educação e Pesquisa do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à Microcefalia.

No anúncio, feito nesta quarta-feira (23) em Brasília, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que o objetivo é avançar no conhecimento sobre o zika vírus, na oferta de diagnósticos, vacinas e medicamentos. “Estamos correndo contra o tempo para conhecer esse vírus. Precisamos saber que medidas são mais efetivas para evitar que o feto de uma gestante desenvolva microcefalia. Por isso, os investimentos são de extrema importância.”

Do total investido, cerca de R$ 649 milhões serão para trabalhos de pesquisas. Segundo Dilma Rousseff, 93% do valor destinado à pesquisa será liberado até o fim de 2018. O incentivo às pesquisas também vai impulsionar os diagnósticos das crianças com microcefalia.

A presidenta ressaltou ainda que o governo federal está ampliando e aprimorando o atendimento às famílias e às crianças com microcefalia, além de adotar uma estratégia de busca ativa das crianças diagnosticadas com a doença. “Estamos investindo no fortalecimento e ampliação da rede de atenção especializada da saúde. Também estamos trabalhando para tornar cada vez mais rápido o acesso das famílias ao Beneficio de Prestação Continuada (BPC).”

Leia Mais:
Governo agiliza concessão do BPC às crianças com microcefalia
Governo federal libera R$ 10,9 milhões para acelerar diagnóstico de microcefalia

Para o ministro de Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, o Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à Microcefalia coloca o Brasil num patamar de pesquisa de ponta no mundo todo. “O zika ainda é desconhecido, precisa de uma extensa e profunda abordagem. Não existe literatura sobre esse vírus, precisamos construir uma literatura.”

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, destacou que o montante investido para combater o mosquito Aedes aegypti é um atestado do esforço que o país está fazendo. Ele também anunciou a nova fase dos testes com o mosquito com a bactéria Wolbachia, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa