Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Maio > Pobreza também está relacionada ao uso de drogas, diz Osmar Terra

Notícias

Pobreza também está relacionada ao uso de drogas, diz Osmar Terra

COMBATE ÀS DROGAS

Para ministro, a dependência química é um fator importante de empobrecimento da população
publicado  em 31/05/2016 16h42
Foto: Patrick Grosner/Ascom

Brasília – O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, participou nessa segunda-feira (30) do Fórum “Internação Compulsória de Crianças e Adolescentes Viciados em Crack e Outras Drogas – Problema de Saúde Pública do DF”, a convite da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Distrito Federal.

Como médico, Terra destacou os anos em que esteve à frente da Secretaria de Saúde do Rio Grande Sul. “Em 1998, não tínhamos nenhum caso de crack no Rio Grande do Sul. Em 2008, 80% das internações no hospital São Pedro, que atende dependentes químicos, era referente a usuários de crack”.

Em 2000, Terra coordenou no estado o programa para a proteção de crianças e adolescentes em situação de risco (Piá 2000/RS). Ele também é autor do projeto de lei 7663/2010, a conhecida Lei antidrogas.

Para o ministro, além de o país viver hoje uma epidemia, uma das causas de agravamento da pobreza no Brasil está relacionada às drogas. “Não existe uma cidade no Brasil que não tenha uma cracolândia. Uma pessoa dependente química acaba com a família, com a renda, e isso é um fator importante de empobrecimento da população”.

A presidente da Comissão Especial de Prevenção ao Uso de Drogas da OAB-DF, Patrícia Nunes Naves, explicou que no Distrito Federal não há nenhum tipo de internação, o que considera grave. “Precisamos abrir vagas urgentes para as crianças e adolescentes. Muitos estão morrendo na mão de traficantes”.

Naves falou da necessidade de políticas públicas voltadas para o tratamento desses jovens. “O governo tem que se posicionar, tem quer ter um tratamento sério e adequado. Hoje só é internado quem tem dinheiro para pagar uma clínica”.

Informações para a imprensa:
Ascom / Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa