Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Maio > Conferência Nacional de Políticas para Mulheres pede mais direito, participação e poder

Notícias

Conferência Nacional de Políticas para Mulheres pede mais direito, participação e poder

POLÍTICAS SOCIAIS

Presidenta Dilma e ministra Tereza Campello participaram da abertura do encontro que debate avanços das políticas para as mulheres
publicado  em 11/05/2016 13h19

Brasília – “É possível mudar a realidade. O que nós conquistamos foi só o começo. Ainda temos muito a conquistar”, afirmou na terça-feira (10) a presidenta Dilma Rousseff para uma plateia de mulheres representantes de 26 estados e Distrito Federal. Ela participou da abertura da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres. Até quinta-feira (12), delegadas e convidados debatem os avanços relacionados aos direitos das mulheres e as conquistas obtidas nos últimos anos.

No encontro realizado em Brasília, também estiveram presentes na cerimônia de abertura a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a ministra das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, e a secretária especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci.

Em pauta também está a preocupação com o retrocesso das políticas sociais já conquistadas pelas mulheres.  As cerca de três mil mulheres participantes da Conferência irão definir recomendações para o Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM). “Nós queremos um país em que o preconceito e a intolerância não tenham espaço para crescer”, avaliou a presidenta Dilma.

Novidade – A 4ª Conferência se preocupou em ouvir as diversidades da mulher brasileira garantir sua representatividade. Foram feitas seis consultas nacionais com grupos que tradicionalmente têm mais dificuldade de acesso e expressão nos processos convencionais de participação social. Mulheres transexuais, ciganas, mulheres com deficiência, indígenas, quilombolas e de religião de matriz africana tiveram suas Consultas Nacionais.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa