Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Julho > Chamada Pública seleciona produtos de povos e comunidades tradicionais para Olimpíadas

Notícias

Chamada Pública seleciona produtos de povos e comunidades tradicionais para Olimpíadas

SEGURANÇA ALIMENTAR

Associações e cooperativas devem se inscrever com alimentos e artesanatos até dia 29 de julho. Produtos serão comercializados nos espaços de divulgação dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro
publicado  em 20/07/2016 17h45

Brasília – O Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) selecionará 24 empreendimentos para participar da Feira dos Povos e Comunidades Tradicionais e de Produtos da Sociobiodiversidade durante as Olimpíadas Rio 2016. Associações e cooperativas interessadas em comercializar alimentos e artesanatos no evento devem se inscrever até o dia 29 de julho.

O objetivo é promover o reconhecimento dos povos e comunidades tradicionais e divulgar os produtos da sociobiodiversidade brasileira aos visitantes dos espaços Casa Brasil/Pier Mauá e Jardim Botânico durante os jogos olímpicos, no período de 17 a 21 de agosto, no Rio de Janeiro (RJ). O MDSA fornecerá as diárias e as passagens aéreas  para duas pessoas de cada empreendimento selecionado.

Obrigatoriamente, os empreendimentos devem possuir um ou mais dos seguintes critérios:

  • Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf);
  • Produto Orgânico do Brasil;
  • Comércio Justo;
  • Identificação Geográfica;
  • Maior percentual de sócios inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Acesso ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA);
  • Selo Quilombos do Brasil e;
  • Selo Indígenas do Brasil.
     

“Os critérios são para ter certeza que são empreendimentos da agricultura familiar ou dos povos e comunidades tradicionais e que acessam os programas governamentais. O objetivo é fortalecer os programas e os beneficiários”, afirma a secretária executiva do Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais do MDSA, Kátia Favilla.

Acesse as informações e o formulário para inscrição aqui.

Poderão participar associações, cooperativas ou redes de comercialização de indígenas, quilombolas, pantaneiros, povos de matriz africana e de terreiro, extrativistas, pescadores artesanais, entre outras comunidades tradicionais. Serão selecionados empreendimentos dos sete biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Cerrado, Costeiro e Marinho, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal. 

Cada empreendimento deverá preencher integralmente o questionário de seleção e enviar por e-mail para a Secretaria Executiva do Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais do MDSA. Mais informações: se.cnpct@mds.gov.br ou pelo telefone (61) 2030-1069.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa