Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Julho > Bolsa Família: mais de R$ 120 milhões serão injetados na economia da Paraíba

Notícias

Bolsa Família: mais de R$ 120 milhões serão injetados na economia da Paraíba

POLÍTICAS PÚBLICAS

Ministro Osmar Terra afirmou que reajuste de 12,5% vai garantir condições mínimas para famílias beneficiárias do programa
publicado  em 29/07/2016 18h24
Foto: Patrick Grosner/MDSA

João Pessoa – O reajuste de 12,5% do Bolsa Família vai garantir condições mínimas para as famílias beneficiárias do programa. Ao explicar o aumento, durante viagem a João Pessoa (PB), o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, reforçou que mais de R$ 120 milhões serão injetados na economia paraibana nos próximos 12 meses. “O Bolsa Família, além de tudo, beneficia o estado. Ao ter acesso ao dinheiro, a família imediatamente o injeta na economia e esse giro é muito positivo para atividade econômica da região”.

Segundo Osmar Terra, o reajuste foi necessário para mudar o quadro social do país. “O Bolsa Família é um programa de grande importância para tirar as famílias da miséria. Como não houve reajuste nos últimos dois anos, muitos beneficiários estavam voltando para a linha de extrema pobreza. O aumento do benefício foi feito para corrigir essa situação”, afirmou ele, nessa quinta-feira (28).

Na Paraíba, o reajuste impactou na folha de julho em mais R$ 10,8 milhões em relação a junho. As famílias paraibanas tiveram um acréscimo, em média, de R$ 21,12.

Osmar Terra explicou que o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) está trabalhando para garantir a emancipação das famílias do programa. “Estamos criando um grande programa de inclusão produtiva, para que em dois ou três anos essas famílias não precisem mais do benefício”.

De acordo com o ministro, o objetivo é que os beneficiários tenham uma atividade regular sem correr o risco de perder o auxílio. “Muitos têm medo de conseguir um emprego e perder o Bolsa Família. Depois, eles têm medo de perder esse emprego e ficar sem nada. Agora eles podem ir em busca de um trabalho formal, pois manteremos o auxílio até que se estabilizem”.

Além da capital, Osmar Terra visitou o município de Patos, onde foi inaugurado o Centro de Referência Especializado de Assistência Social Chico Bocão.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa