Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Julho > “Inclusão produtiva é importante ferramenta de emancipação do Bolsa Família”, diz Beltrame

Notícias

“Inclusão produtiva é importante ferramenta de emancipação do Bolsa Família”, diz Beltrame

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Secretário executivo do MDSA visitou Bacabeira (MA) e conheceu a rede de proteção social do município
publicado  em 28/07/2016 19h38
Foto: Rafael Zart/MDSA

São Luís – O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) está desenvolvendo ações estratégicas para romper com o ciclo intergeracional da pobreza e promover a emancipação de beneficiários do Bolsa Família. As iniciativas foram apresentadas, nesta quinta-feira (28), pelo secretário executivo da pasta, Alberto Beltrame, ao prefeito de Bacabeira (MA) e secretários municipais. Ele esteve no município para conhecer a rede de proteção social e ouvir sugestões de melhoria para os programas sociais.

Na ocasião, o secretário reafirmou a manutenção das políticas públicas voltadas para a população mais vulnerável. Ele destacou também o recente reajuste de 12,5% no benefício médio do Bolsa Família. “O reajuste, que não era concedido há dois anos, retoma o poder de compra das famílias. Além disso, são recursos adicionais injetados diretamente na economia do município”, acrescentou.

O Maranhão é o estado que tem o maior número de beneficiários do Bolsa Família no país, cerca de 60% da população. Somente em Bacabeira, o programa de transferência de renda beneficia 9.161 pessoas, alcançando 2.863 famílias. “Por uma série de questões históricas o Nordeste tem necessidades diferentes do restante do país. O governo federal está resgatando essa dívida social que tem com a população da região”, ressaltou Beltrame.

O secretário falou ainda sobre a importância do empenho dos prefeitos para que o país avance ainda mais no desenvolvimento social. Beltrame citou duas iniciativas que estão sendo trabalhadas pelo MDSA: uma voltada para o desenvolvimento infantil e outra para a inclusão produtiva.

“Vamos criar condições para que os beneficiários do Bolsa Família tenham de fato o seu desenvolvimento garantido e, com isso, a sua emancipação. Mas sem o envolvimento dos prefeitos, das Câmaras Municipais e da comunidade não é possível gerar um ciclo virtuoso de crescimento”.

Proteção social – Beltrame ainda visitou o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município, que atende cerca de 450 crianças e jovens, além de idosos e gestantes, e conversou com beneficiários do Bolsa Família.

Silvana Regina de Melo, de 29 anos, falou do impacto do reajuste do Bolsa Família. “Uso o dinheiro para comprar material escolar e alimentação. O aumento será uma ajuda a mais. É um grande ganho”.

A agenda do secretário também incluiu uma visita a unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão em Bacabeira. Inaugurado há quatro meses, o espaço oferece cursos técnicos integrados ao ensino médio na área de administração, logística e mineração. São 160 alunos beneficiados. A meta é alcançar cerca de 480 alunos nos próximos dois anos. 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa