Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Janeiro > Tereza Campello: “PAA vai continuar fortalecendo agricultura familiar em 2016”

Notícias

Tereza Campello: “PAA vai continuar fortalecendo agricultura familiar em 2016”

AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

Ministra destacou importância do Programa de Aquisição de Alimentos para as famílias mais pobres durante visita à cooperativa em Luziânia (GO)
publicado  em 14/01/2016 15h05
Foto: Ubirajara Machado/MDS

Brasília - Ao visitar a Cooperativa Mista dos Agricultores e Agricultoras de Luziânia (Cooperluz), em Luziânia (GO), a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, reafirmou o compromisso do governo federal com a agricultura familiar. Destacou também que o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) segue firme e forte em 2016. Em um balanço parcial, ela lembrou que o programa investiu R$ 567,2 milhões na compra de alimentos da agricultura familiar no ano passado.

“Vamos continuar investindo na produção de alimentos. A melhor coisa que a gente pode fazer é colocar alimento saudável na mesa da população e isso é feito pela agricultura familiar”, disse Tereza, nessa quarta-feira (13).

Leia também: Governo federal investiu R$ 567,2 milhões na compra de alimentos da agricultura familiar

A ministra ressaltou ainda que o sucesso do PAA foi possível graças à parceria entre as prefeituras e ao apoio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Com essas parcerias, conseguimos que os produtos chegassem até a população que mais precisa”.

O presidente da Cooperluz, Luciano Andrade, explicou que o programa ajudou muito as famílias agricultoras do município. Ele contou que muitos agricultores não plantavam com medo de perder a produção. Essa realidade, segundo ele, começou a mudar quando as famílias entraram para a cooperativa e tiveram a oportunidade de vender para o PAA.

Atualmente, a cooperativa conta com 250 cooperados. Juntos, eles já venderam mais de R$ 2 milhões para o PAA e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).  “O PAA não é esmola; ele dá dignidade para o agricultor trabalhar e comer melhor também. O nosso trabalho é árduo”.  

Beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal que recebem os alimentos da agricultura familiar e as entidades parceiras do programa também participaram da visita técnica à Cooperluz. “Eu nunca pensei muito nesse negócio de orgânico, mas os alimentos que a gente recebe são maravilhosos”, contou Nelci Nonato, beneficiária do Cadastro Único.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa