Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Fevereiro > Tereza Campello lidera mobilização contra o mosquito Aedes aegypti em Pernambuco

Notícias

Tereza Campello lidera mobilização contra o mosquito Aedes aegypti em Pernambuco

MDS CONTRA O MOSQUITO

O Dia Nacional de Mobilização #ZicaZero teve ações do governo federal em todos os estados
publicado  em 13/02/2016 14h15
Foto: Divulgação/MDS

Brasília – A mobilização tomou conta de Recife e cidades da região metropolitana neste sábado, 13.  A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, juntamente com as Forças Armadas, agentes de saúde, da vigilância sanitária, representantes do governo do estado e do município de Recife e de Olinda participaram do Dia Nacional de Mobilização para o Combate ao Aedes aegypti.

A ministra reforçou a importância estratégica da parceria entre governo e sociedade no combate ao mosquito.  "O único remédio que temos para combater o Aedes aegypti é a mobilização da sociedade. Sabemos que dois terços dos focos estão dentro das residências”.

Tereza Campello esteve na casa de moradores e conversou com a população no bairro Jardim São Paulo e na comunidade do Coque. Junto com uma equipe mobilizada em combater o mosquito, aplicou larvicida e vasculhou calhas, vasos de plantas, garrafas vazias. Na comunidade do Coque, inclusive, os agentes da vigilância sanitária encontraram focos de larvas do mosquito Aedes.

A ministra lembrou que a mobilização não começa hoje, “mas temos um grande símbolo para mostrar pra população e mobilizar o país para que a gente, junto, consiga ganhar essa guerra”. A ideia desse dia Nacional de Mobilização é mostrar que só com o apoio e comprometimento de todos será possível derrotar o mosquito.

Confira: Galeria de imagens do Dia Nacional de Mobilização para o Combate ao Aedes aegypti

Além disso, o dia serviu para intensificar a conscientização da população sobre cuidados simples e de rotina que podem impedir a reprodução do mosquito. 

A ação é uma articulação conjunta dos governos federal, estaduais e municipais e está sendo realizada em todo o território nacional, com a participação de 220 mil homens e mulheres das Forças Armadas. Até o dia 18 de fevereiro, os militares deverão visitar 3 milhões de residências em mais de 350 municípios com maior incidência do mosquito. Só em Pernambuco, cerca de 7 mil militares participaram da ação neste sábado (13), em 30 municípios do estado.

O mosquito é o transmissor da dengue, chikungunya e do vírus Zika. Esse vírus tem sido associado ao aumento de casos de microcefalia em bebês. Pernambuco é o estado com o maior número de registros, contabilizando 1.501 casos suspeitos de microcefalia. No estado também foram registrados 3.351 casos prováveis de dengue e 1.356 da febre chikungunya.

A meta e vistoriar 67 milhões de imóveis nessa etapa da operação. Os militares se somam a outros agentes públicos no combate ao mosquito, como os 46 mil agentes de endemias e 266 mil agentes comunitários de saúde.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa