Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Fevereiro > Países da América Latina e Caribe debatem segurança alimentar e nutricional

Notícias

Países da América Latina e Caribe debatem segurança alimentar e nutricional

COMBATE À FOME

Secretário Arnoldo de Campos leva sucesso experiência brasileira para encontro da FAO que reúne representantes de governo e da sociedade civil
publicado  em 26/02/2016 16h37
Foto: Eduardo Aigner/MDS

Brasília – Representantes governamentais e da sociedade civil se reúnem, de 1º a 3 de março, na cidade do México, para a 34ª Conferência Regional para América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO). Desenvolvimento sustentável e segurança alimentar e nutricional estão entre os temas primordiais na pauta dos participantes.

“A América Latina sempre esteve associada à imagem da pobreza. Nós nos reunimos – governo e sociedade – e enfrentamos o desafio. Hoje, o Brasil tem avanços consideráveis a serem mostrados na área social, que servem de referência para outros países. Vamos participar da negociação para a implantação de metas do desenvolvimento sustentável na região, de que forma vamos fazer isso efetivamente”, explica o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos.

Esta é a primeira edição da Conferência Regional após a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) pela Organização das Nações Unidas (ONU). As discussões envolvem representantes do setor agrícola, extrativista, da pesca, do meio ambiente, de recursos naturais, e vão contribuir para determinar como a FAO vai abordar o tema com os países para o alcance das metas.

Campos afirma que “questões como políticas de transferência de renda, alimentação escolar e fortalecimento da agricultura familiar são alguns dos ingredientes que vão permitir atingir as metas na região”. Ele ressalta que a experiência brasileira têm um peso importante e que os programas do governo brasileiro vão estar no centro das discussões como referência.

A América Latina e Caribe foram as regiões que conseguiram alcançar duas das principais metas do Objetivo 1 dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODMs): reduzir em mais da metade, entre 1990 e 2015, a proporção de pessoas vivendo em pobreza extrema; e reduzir em mais da metade a proporção de pessoas subnutridas, no mesmo período. A região também alcançou a ambiciosa meta da Cúpula Mundial da Alimentação de reduzir pela metade o número absoluto de pessoas em situação de fome.

Novos desafios – No dia 1º, o secretário do MDS vai explicar a estratégia brasileira de combate ao sobrepeso e à obesidade, na palestra Agricultura e Saúde Pública: Aliança por uma Dieta Adequada. Este é o novo desafio enfrentado pelo país após sair do Mapa Mundial da Fome, em 2014. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde, apontam que 57% da população está com excesso de peso e 21,3%, obesa.

Para combater isso, o governo federal desenvolve, em parceria com governos estaduais, prefeituras e sociedade, uma estratégia que envolve a promoção e o acesso à alimentação saudável. O primeiro passo foi dado em novembro de 2015, quando foi lançado, pela presidenta Dilma Rousseff, o Pacto Nacional para Alimentação Saudável.

Conferência – A Conferência Regional para América Latina e Caribe da FAO é realizada a cada dois anos. Durante o evento, são conhecidas as prioridades e principais preocupações dos governos da região. Esses temas são debatidos pelos participantes e o resultado das discussões é incorporado pela FAO regional e seus diversos escritórios na região.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa