Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Fevereiro > Entidades privadas reforçam atendimento à pessoa com deficiência

Notícias

Entidades privadas reforçam atendimento à pessoa com deficiência

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Em evento em Brasília, ministra Tereza Campello destaca importância da parceria com Apaes e Associações Pestalozzi para reforçar serviços socioassistenciais prestados às crianças vítimas de microcefalia e suas famílias
publicado  em 24/02/2016 14h22
Foto: Ubirajara Machado/MDS

Brasília – “Estamos dando um passo importante na construção do Suas [Sistema Único da Assistência Social] e contamos com as entidades privadas para enfrentarmos os desafios recentes, como a ampliação da assistência às crianças vítimas de microcefalia e suas famílias”, afirmou na terça-feira (23) a ministra Tereza Campello. Ela participou da abertura do Encontro Técnico para Qualificação das Relações Institucionais do Suas, que segue até esta quarta-feira (24), realizado em Brasília pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Tereza Campello destacou a contribuição das instituições privadas de assistência social, como as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e as Associações Pestalozzi presentes no encontro, no atendimento a crianças com microcefalia. Ela também pediu que as entidades ampliem o engajamento ao empenho do governo federal no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Já a secretária nacional de Assistência Social do MDS, Ieda Castro, lembrou o papel relevante das instituições privadas no diagnóstico da estimulação precoce, fundamental para o acompanhamento de crianças com microcefalia. “Frequentemente identificamos a existência de unidades de saúde que possuem o atendimento de estimulação precoce, que são os centros de reabilitação. Mas muitas vezes as entidades estão mais perto das famílias do que as unidades públicas. Precisamos encontrar os melhores caminhos para tornar a estimulação precoce acessível a essas famílias e o apoio das Apaes e Pestalozzis será fundamental.”

Confira a galeria com imagens do evento

A parceria com o MDS foi ressaltada pela presidenta da Federação Nacional das Apaes (Fenapaes), Aracy Lêdo, que envolve 2.149 unidades em todo o país. “Visualizamos que, com a crise que o país enfrenta com a Zika, logo teremos uma clientela a mais. Trouxemos representantes de 23 estados para que eles possam multiplicar os esforços. À medida que nós entendemos essa importância, estamos de braços dados com o MDS e não podemos mais abrir mão.”

“A Pestalozzi e as Apaes fazem parte da Rede Suas”, afirmou a presidenta da Federação Nacional das Associações Pestalozzi, Ester Pacheco. “Na medida em que o ministério se propõe a nos ouvir, várias portas se abrem. E é assim que vamos nos fortalecendo para qualificar o serviço aos atendidos, que são as pessoas com deficiência e seus familiares.”

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa