Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Fevereiro > América Latina e Caribe cumpre compromisso de reduzir a fome pela metade, afirma FAO

Notícias

América Latina e Caribe cumpre compromisso de reduzir a fome pela metade, afirma FAO

INTERNACIONAL

Nações Unidas lançam panorama sobre insegurança Alimentar da região durante conferência no México
publicado  em 01/03/2016 18h47
Divulgação/FAO

Brasília - Os países da América Latina e do Caribe cumpriram a meta dos Objetivos do Milênio e reduziram pela metade a fome na região. Este é o resultado apresentado no relatório Panorama da Insegurança Alimentar na América Latina e Caribe 2015, lançado durante a 34ª Conferência Regional para América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO).

Segundo a publicação, o crescimento econômico e o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a população mais pobre são os principais motivos da região ter alcançado os desafios. Mais de 31,7 milhões de pessoas superaram a fome na região desde 1990.

O Brasil contribuiu para cumprir a meta de redução da fome e saiu do Mapa da Fome, em 2014, com a redução em 82% o número de subalimentados no país.  “O país tem servido de referência para os países da América Latina como gerador e articulador de esforços públicos na implementação das diversas políticas públicas exitosas sobre a redução da pobreza”, afirmou o oficial de Políticas da FAO para América Latina e Caribe, Adoniram Sanches.

Obesidade e má alimentação - O documento também aponta que a região, ao mesmo tempo em que atingiu avanços em relação à diminuição de pessoas em insegurança alimentar, enfrenta novos desafios: a obesidade atinge a 22% da população regional e cerca de quatro milhões de crianças. No Brasil, a Pesquisa Nacional de Saúde mostra que 57% da população está com excesso de peso e 21,3%, obesa.

O secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), nesta terça (1º), participou da palestra Agricultura e Saúde Pública: Aliança por uma Dieta Adequada. “A América Latina foi a região que mais reduziu a fome no mundo e precisamos seguir trabalhando nisso. Ainda temos muitas pessoas em situação de insegurança alimentar. Ao mesmo tempo, estamos verificando o aumento dos índices de obesidade e de doenças decorrentes de má alimentação. Esses dois temas são prioritários para a agenda na região.”

Para combater a obesidade e o sobrepeso, o governo brasileiro desenvolve, em parceria com governos estaduais, prefeituras e sociedade, uma estratégia que envolve a promoção e o acesso à alimentação saudável. O primeiro passo foi dado em novembro de 2015, quando foi lançado, pela presidenta Dilma Rousseff, o Pacto Nacional para Alimentação Saudável.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa