Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Dezembro > Ministro em exercício participa de mutirão contra o Aedes aegypti em Belo Horizonte

Notícias

Ministro em exercício participa de mutirão contra o Aedes aegypti em Belo Horizonte

COMBATE AO MOSQUITO

Ação do governo federal quer conscientizar a população sobre a importância de combater o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya
publicado  em 02/12/2016 17h05
Foto: Mauro Vieira/MDSA

Belo Horizonte (MG) – O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário em exercício, Alberto Beltrame, esteve em Belo Horizonte (MG) nesta sexta-feira (2) para o lançamento do Dia Nacional de Combate ao Mosquito, realizado em todo o país. A ação do governo federal pretende conscientizar a população sobre a importância do combate ao Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya.

“É muito importante que as ações do poder público se somem às ações de cada indivíduo na luta contra o mosquito. O engajamento da sociedade é indispensável para que a gente consiga dar um basta ao sofrimento, à dor e às mortes que têm sido causadas pelo Aedes aegypti e pelas doenças que ele é capaz de transmitir”, afirmou Beltrame.

Com 88 municípios em estado de alerta, Minas Gerais lidera o ranking nacional de casos suspeitos de dengue no país. Como parte do Dia Nacional de Combate ao Mosquito, o ministro em exercício, militares do Exército, representantes do governo municipal e Defesa Civil vistoriaram uma escola pública de Belo Horizonte e casas próximas à instituição.

A mobilização na Escola Estadual de Ensino Fundamental São Pedro e São Paulo, onde um terço dos alunos são beneficiários do Programa Bolsa Família, contou com orientações aos estudantes sobre a necessidade impedir o surgimento dos focos do mosquito. Segundo a diretora, Rosane Belico, a instituição de ensino realiza ações permanentes de conscientização a fim de alertar a comunidade sobre a importância do combate ao Aedes aegypti.

“As ações são desenvolvidas de forma contínua porque a dengue não para. Por isso, realizamos palestras e outras atividades voltadas à comunidade, com a intenção de promover mudanças. A educação é uma arma transformadora da sociedade”, alertou.

No evento, foram entregues 10 carros adquiridos pelo Ministério da Saúde para operar ações de prevenção e combate ao mosquito nos municípios que possuem entre 50 mil e 500 mil habitantes e que registraram maior incidência de casos confirmados de dengue nos últimos 5 anos. A campanha marca o início da mobilização “Sexta sem mosquito”, que incentiva a população a acabar com os focos tanto em casa quanto em seu local de trabalho.

INSS – O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Gadelha, participou da mobilização em uma agência de Ceilândia, a cerca de 30 quilômetros de Brasília (DF). Gadelha visitou os quatro andares da unidade e distribuiu panfletos aos servidores. 

O INSS mantém o Comitê Permanente de Prevenção e Combate ao Mosquito Aedes aegytpi, criado em fevereiro deste ano, que divulga ações internas para os servidores com orientações para eliminar os focos.

“O INSS tem grande importância nesse esforço por conta da sua interface com o cidadão brasileiro. Temos 1,7 mil agências, cerca de 36 mil servidores, atendemos mais de 33 milhões de brasileiros. Podemos, então, utilizar essa força tanto material quanto humana para conscientizar a população brasileira”, destacou.

Combate ao Mosquito – O Dia Nacional de Combate ao Mosquito consiste em ações integradas e simultâneas, em todas as capitais do país. O trabalho é articulado com prefeituras, governos estaduais e a população. Ministros de Estado, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de Defesa Civil visitarão residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população sobre a importância do engajamento na luta contra o Aedes aegytpi.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa