Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Dezembro > Governo federal investe R$ 755 milhões na construção de cisternas e microaçudes

Notícias

Governo federal investe R$ 755 milhões na construção de cisternas e microaçudes

Recursos beneficiarão mais de 1 milhão de pessoas em 759 municípios de 15 estados
publicado  em 27/12/2016 12h18
Foto: Mauro Vieira/MDSA

Maceió – O governo federal vai investir R$ 755 milhões na construção de 133 mil cisternas, microaçudes e programas de acesso à agua em 15 estados do Semiárido, da Amazônia e atingidos sistematicamente pela seca.

Com o investimento, serão beneficiadas mais de 1 milhão de pessoas em 759 municípios. O recurso assegurará água potável para 100% das escolas públicas, garantindo água para 7 mil instituições de ensino do Semiárido, o que beneficiará mais de 595 mil estudantes.

Do total investido, R$ 250 milhões são recursos repatriados pelo governo federal graças à lei 13.254/2016. Outros R$ 255 milhões são procedentes da reativação de 40 convênios entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), os estados e os municípios. Os contratos venceriam no dia 31 de dezembro. O restante – R$ 250 milhões – está previsto na Lei Orçamentária Anual de 2017.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, os recursos vão ampliar o acesso das famílias de baixa renda da zona rural à água de qualidade e incentivar a produção de alimentos. “Esse investimento mostra a importância da lei de repatriação e a prioridade do governo em disponibilizar água potável para famílias atingidas pela seca”, destaca.

Segundo o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDSA, Caio Rocha, os recursos já foram repassados para os estados para imediata utilização. “Esse reforço aumenta em mais de 120% a capacidade de investimento do governo federal na construção de cisternas em todo o país, especialmente na região do Semiárido”.

Cada cisterna para consumo humano armazena 16 mil litros de água e atende a uma família de cinco pessoas num período de estiagem de até oito meses.

Leia também:
Combate à seca é prioridade do governo federal 

O programa é executado pelo MDSA em parceria com governos estaduais, municipais, consórcios públicos municipais e organizações da sociedade civil, como a Associação Programa Um Milhão de Cisternas (AP1MC) e o Memorial Chico Mendes (MCM).

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa