Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Agosto > Feira promove produtos de povos e comunidades tradicionais no Rio de Janeiro

Notícias

Feira promove produtos de povos e comunidades tradicionais no Rio de Janeiro

PAA

Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário promove evento na Casa Brasil para mostrar práticas e saberes do segmento
publicado  em 19/08/2016 17h43
Foto: Rafael Zart/MDSA

Brasília – A riqueza da diversidade sociocultural do povo e dos biomas brasileiros e os produtos que valorizam esta diversidade podem ser conhecidos até o dia 21 deste mês na Feira Povos e Biodiversidade do Brasil. O evento, realizado na Casa Brasil, no Rio de Janeiro, é uma parceria entre os ministérios do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e do Meio Ambiente.

A feira reúne 26 empreendimentos de povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares, que têm a oportunidade de mostrar práticas e saberes fundamentados no uso equilibrado dos recursos naturais e transmitidos de geração a geração.

A iniciativa também representa uma importante ação de inclusão social e econômica, uma vez que amplia a divulgação dos produtos para os mercados nacional e internacional, promovendo o aumento da geração de renda e a melhoria da qualidade de vida das famílias.

“Queremos divulgar os produtos da sociobiodiversidade e incluir os povos e comunidades tradicionais no mercado produtivo, pois muitos não têm acesso. É uma oportunidade de mostrarem seus produtos para o mundo”, destacou a secretária executiva do Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), Kátia Favilla.

Os expositores - indígenas, quilombolas, comunidades de fundo e fecho de pasto, povos de Terreiro, pescadores artesanais, catadoras de mangaba, ribeirinhos, extrativistas e agricultores familiares - são, em sua maioria, beneficiários das políticas públicas do MDSA, como o Programa Bolsa Família e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

É o caso de Teresinha Maria de Araújo, 59 anos, moradora da área rural de Samambaia (DF). Ela produz geleias e compotas. Há quatro anos, vende para o PAA. “Se pudesse vender todo mês, faria porque o governo, ao contrário do que muita gente fala, paga direitinho. É uma oportunidade que tenho de fazer melhorias na minha propriedade”.

PNPCT – A feira é uma ação da Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (PNPCT) para promover o reconhecimento, a valorização e o respeito à diversidade socioambiental e cultural dos povos e comunidades tradicionais. A implementação da política é coordenada pelo Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), que tem como secretário geral o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

Informações para a imprensa:
Ascom/MDSA
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa