Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Abril > “PAA fortaleceu nosso Banco de Alimentos”

Notícias

“PAA fortaleceu nosso Banco de Alimentos”

COMBATE À FOME

Em João Pessoa (PB), 80% dos produtos distribuídos a pessoas em situação de vulnerabilidade vêm do programa
publicado  em 18/04/2016 14h41
Foto: Ubirajara Machado/MDS

Brasília – Semanalmente, cerca de 30 toneladas de alimentos são distribuídos a mais de 11 mil famílias em situação de vulnerabilidade social em João Pessoa (PB). Elas são atendidas pelo Banco de Alimentos do município, que há oito anos trabalha para promover a segurança alimentar e nutricional daqueles que mais necessitam. Além dessas famílias, também são beneficiadas outras 6.500 pessoas em hospitais e asilos.

Segundo a coordenadora do Banco de Alimentos, Mariângela Pinto, 80% dos produtos vêm do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), executado pelo município há cinco anos, e que conta com a participação de cerca de 500 agricultores familiares. “O PAA veio para fortalecer a política de segurança alimentar e também o Banco de Alimentos. Antes, não estávamos conseguindo suprir toda a demanda de famílias cadastradas somente com os colaboradores”, reforça.

Além do PAA, o Banco de Alimentos também recebe produtos da “cadeia do desperdício”, abastecida pelas redes de atacado, supermercados, mercado público e dos próprios agricultores. Esses alimentos são aqueles que perdem o valor comercial, mas não nutricional. “Nossa equipe técnica formada por nutricionista e assistente social recebe e faz a seleção desses alimentos que provavelmente iriam para o lixo”, acrescenta.

O município atende 109 entidades beneficiárias. Para Mariângela, o trabalho da assistência social é fundamental na identificação das pessoas em situação de vulnerabilidade que mais necessitam dos alimentos. “A assistente social vai a loco para checar a necessidade de determinada comunidade, porque os vulneráveis têm prioridade para receber os alimentos”.

A coordenadora destaca ainda a importância do planejamento para atender toda a demanda. Segundo Mariângela, o diferencial do Banco de Alimentos de João Pessoa está na gestão. Planilhas são usadas para organizar a quantidade e variedade dos produtos que recebem. “Isso facilita o trabalho porque a agricultura familiar tem uma característica muito dinâmica e imediata. Por conta disso precisamos ter uma estratégia flexível para ambos os lados darem certo”.

Os alimentos distribuídos são variados, como macaxeira, inhame, batata doce, feijão verde, e frutas. “Somos o elo entre o produtor e o consumidor. A importância do Banco é identificar o público prioritário e dar segurança a eles, inserindo-os na política de segurança alimentar”, conclui.

Mostra – A estratégia de João Pessoa “Ferramentas de gestão de Banco de Alimentos: um estudo de caso do município de João Pessoa/PB” foi uma das 12 selecionadas para participar da I Mostra de Experiências de Bancos de Alimentos, que será realizada nos dias 5 e 6 de maio, em Brasília. O evento também terá a apresentação em pôster de outros 100 trabalhos.

As inscrições para participar da Mostra estão abertas e podem ser feitas aqui. O evento, realizado pelo MDS em parceria com outras instituições, tem como objetivo promover o compartilhamento de experiências e vivências do trabalho nos Bancos de Alimentos.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa