Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2016 > Abril > “Avaliamos as políticas sociais para aprimorar nossa gestão”, destaca Jannuzzi

Notícias

“Avaliamos as políticas sociais para aprimorar nossa gestão”, destaca Jannuzzi

PROGRAMAS SOCIAIS

Secretário nacional de Avaliação e Gestão do MDS avaliou as inovações no desenho da gestão dos programas e ações do governo federal durante Sexta com Debate
publicado  em 15/04/2016 12h57
Lia de Paula/MDS

Brasília - As políticas sociais executadas pelo governo federal em todo o país são objeto de avaliação e monitoramento pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para que haja uma melhoria constante na gestão das ações. Foi o que destacou o secretário nacional de Avaliação e Gestão da Informação do MDS, Paulo Jannuzzi, nesta sexta-feira (15) em Brasília, durante o Sexta com Debate. “Produzimos informação e conhecimento para aprimorar a nossa intervenção com os programas, produtos e serviços, lá na ponta com o cidadão.”

“Precisamos de indicadores e pesquisas sobre elementos específicos que nos ajudem a entender os gargalos, desafios e necessidades de aprimoramento”, ressaltou. Paulo Jannuzzi ainda apontou a necessidade da participação social no processo de melhoria das políticas públicas. “Quem faz planejamento, deve ter diálogo com a sociedade, seja na prestação de contas, seja por meio de contribuições da sociedade no desenho das políticas.”

O secretário explicou que existem cinco processos no qual o MDS está empenhado para produzir informações que melhorem os programas e a execução: gestão da informação, monitoramento, avaliação, disseminação e apropriação do conhecimento. “Para produzir esse tipo de conhecimento específico, temos processos de trabalho multidisciplinar e integrado. Devemos aprofundar ainda mais”, afirmou. “Temos um tipo de conhecimento que não vai ser produzido na universidade, em organismos multilaterais”, completou, ao dizer que mais de 15 mil gestores e técnicos já foram capacitados no país por meio de cursos à distância elaborados pela Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação (Sagi).

Durante o encontro, Jannuzzi destacou estudos recentes produzidos por outras instituições que avaliaram de forma restrita os programas Mais Educação e Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). “As pessoas pensam políticas públicas como um projeto social, na periferia de uma grande cidade que atende 500 crianças. Política social não dá para se fazer com multiplicação de projeto social pelo Brasil. Esse não pode ser um modelo de política pública a ser implantado porque sabemos que não é este o caminho.”

Ele ainda reforçou a importância da avaliação das políticas em andamento para a continuidade das ações, ao lembrar levantamento produzido pelo MDS que mostrou um saltou de 11,8% na empregabilidade dos alunos Pronatec – saiu de 14,2%, em 2011, para 25,9%, em 2014. Entre os beneficiários do Bolsa Família que cursaram o Pronatec,  o número de pessoas com carteira assinada cresceu de 8% para 18,5%.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa