Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Setembro > Tereza Campello: Brasil é um dos países mais entusiasmados com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Notícias

Tereza Campello: Brasil é um dos países mais entusiasmados com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Ministra participou de seminário sobre pobreza urbana e desenvolvimento na sede ONU e destacou a importância da integração entre sociedade civil, governos e organismos multilaterais
publicado  em 21/09/2015 12h03
Foto: Ana de Oliveira/MRE A ministra discursou durante o Seminário Pobreza Urbana e Desenvolvimento no Brasil

A ministra discursou durante o Seminário Pobreza Urbana e Desenvolvimento no Brasil

Brasília – A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, afirmou que o Brasil é um dos países mais entusiasmados com a agenda de desenvolvimento sustentável pós-2015, proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU).

“O que conseguimos construir, ao reduzir a pobreza e a fome no Brasil, em especial em algumas áreas de adensamento urbano intenso, como as favelas, é uma mostra de como essa perspectiva dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável [ODS] pode dar certo”, destacou.

A ministra participou, na última sexta-feira (18), do Seminário Pobreza Urbana e Desenvolvimento no Brasil: a periferia no centro da agenda pós-2015, com a participação de representantes do governo federal e da Central Única das Favelas (Cufa), pesquisadores e organismos multilaterais na sede da ONU, em Nova Iorque.

Durante o seminário, Tereza defendeu a importância do trabalho conjunto entre a sociedade civil, os governos e os organismos multilaterais, para o avanço na construção de um país sustentável.

Confira Também:
-
Assista ao discurso da ministra no seminário 
- Leia a matéria Brazil to Keep Allowances for the Poor, do jornal The New York Times
- Ouça entrevista da ministra Tereza Campello para a Rádio ONU.

A integração das agendas social, ambiental e econômica foi outro ponto ressaltado pela ministra. “Questões como acesso à saúde, educação, saneamento básico e oportunidades têm que estar articuladas para que não se discuta a pobreza apenas do ponto de vista da renda, mas do ponto de vista multidimensional.”

Também em Nova Iorque, a ministra concedeu entrevista ao jornal The New York Times e destacou a contribuição do Bolsa Família para a melhoria dos indicadores de nutrição infantil, educação e saúde.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa