Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Setembro > Suas é tema de audiência pública em Fortaleza (CE)

Notícias

Suas é tema de audiência pública em Fortaleza (CE)

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Debate discute os avanços e desafios do Sistema Único de Assistência Social no Ceará
publicado  em 25/09/2015 18h14
Assembleia Legislativa do Ceará Secretária defende fortalecimento da assistência social

Secretária defende fortalecimento da assistência social

Brasília - Os avanços e desafios do Sistema Único de Assistência Social (Suas) no Ceará foram tema de audiência pública nesta sexta-feira (25). A secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Ieda Castro, participou do evento promovido pela Assembleia Legislativa do Ceará.

Criado em 2005, o Suas organiza uma rede pública de unidades de atendimento, ações, serviços e programas, mantidos e operados pelas prefeituras e governos estadual e federal, para levar cidadania a quem mais precisa.

Segundo Ieda Castro, o sistema foi resultado de um pacto entre os três entes federados, a sociedade civil e a rede privada, que fazia a oferta de assistência social com o objetivo de garantir a dignidade e a preservação de cidadania da população. Para ela, essa integração colaborou para que fosse construída uma identificação para a assistência social no Brasil. “Nós precisávamos construir uma identidade para a assistência social, precisávamos tipificar os serviços.”

Atualmente, o Suas está presente em 99% dos municípios brasileiros. As unidades de atendimento de assistência social, os chamados Centros de Referência, onde as pessoas podem conhecer e ter acesso a benefícios (como o Bolsa Família), a cursos de capacitação ou ao serviço de fortalecimento de vínculos, por exemplo, são o centro da política social no Brasil.

“A assistência social é porta de entrada para outros direitos e necessidades da população. Temos que reconhecer que uma única área ou serviço não é suficiente para atender a todos. E isso exige respostas integradas”, destacou a secretária.

O atendimento socioasssistencial à população da capital cearense é realizado em 361 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), em 184 municípios. Neles, são feitas a identificação de situações de vulnerabilidade e risco social, acompanhamentos e encaminhamentos, além de articulações com outras políticas, como o registro no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal.

O estado também conta com 119 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), que disponibilizam serviços voltados a famílias e indivíduos em situação de violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, entre outras, promovendo o acesso dessas pessoas a direitos socioassistenciais.

Informações sobre os programas do MDS:

0800-707-2003

mdspravoce.mds.gov.br

 

Informações para a imprensa:

Ascom/MDS

(61) 2030-1021

www.mds.gov.br/area-de-imprensa

registrado em: ,